Logo Comunitas

“Quanto maior o tempo fora da escola, maior chance de evasão”, afirma diretora e representante da Unesco no Brasil durante conferência da Comunitas

14/08/2020

A Comunitas reuniu importantes especialistas para debater temas que preocupam gestores públicos em mais uma conferência digital

“Quando o assunto é a retomada da educação, não podemos olhar somente para a questão pedagógica, mas de todo o papel social que a escola responde em uma comunidade”. Essa foi uma das falas de Wanderson Oliveira, epidemiologista e ex-Secretário Nacional de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, durante conferência digital realizada ontem (13) pela Comunitas para debater o tema.

“A pauta da educação é o que mais mexe conosco da Comunitas, por que impacta na vida de milhões de crianças. Acredito que a Covid-19 deixará um aprendizado de que não existe protocolo ou pacto individual, pois só conseguimos superar a pandemia com um compromisso coletivo entre todas as esferas da sociedade“, disse a diretora-presidente da Comunitas, Regina Esteves.

Além de Wanderson, também participaram do encontro virtual Marlova Noleto, diretora e representante da UNESCO no Brasil; Haroldo Rocha, secretário executivo de Educação do Estado de São Paulo; Faisal Karam, secretário de Educação do Estado do Rio Grande do Sul; e Bruno Caetano, secretário municipal de Educação de São Paulo. A mediação ficou à cargo de Fábio Zambeli, analista-chefe do Jota.

Durante o encontro, os especialistas concordaram que é fundamental debater a abertura das escolas, pois os desafios postos pela pandemia na área de educação são para além da perda pedagógica dos estudantes, mas perpassam os campos socioeconômico, emocional e alimentar. Mas também foi consenso entre o grupo a importância de um trabalho articulado e alinhado entre a área de Saúde e Educação para determinar o melhor momento de retorno – e isso deve ser realizado de forma local.

Em sua fala, Wanderson compartilhou dados obtidos no levantamento que anda desenvolvendo acerca dos impactos das paralisações das aulas. Segundo o especialista, 30% das crianças em quarentena desenvolvem transtorno psicológico; 83% que já possuem algum problema de saúde mental relatam piora (segundo estudo americanos); e ainda houve aumento de 50% de denúncia de violência doméstica após fechamento das escolas (no Rio de Janeiro. Além disso, o especialista relatou que podem haver prejuízos econômicos na ordem de 1% do PIB com o fechamento das escolas.

Leia mais: Estudo estabelece parâmetros de segurança necessários para volta às salas de aula

“Precisamos equilibrar o debate sobre o retorno das aulas, e deixar claro também que a decisão final de voltar ou não é dos pais. E por isso, é necessário colocar o assunto na mesa e instrumentalizá-los para que tomem a decisão com mais segurança”, acredita.

Para o secretário Bruno, é importante preparar a escolar com todos os protocolos de segurança possíveis, visando otimizar o tempo para o retorno escolar. “Sabemos que nada substitui a escola, a interseção professor-aluno ou aluno-aluno. Não estamos falando em abrir as escolas sem nenhuma preparação e segurança, mas, sim, que não percamos nenhum dia de aula que não tivermos que perder”, afirmou.

Leia mais: Comunitas disponibiliza especialistas em saúde para apoiar governos nas decisões tomadas durante a pandemia

Já para Haroldo, um ponto essencial no debate é o acolhimento também dos professores. “São os docentes que estarão na linha de frente, e eles também tem desafios em casa, com a família. Precisamos estabelecer garantias para a sua volta”, disse. Segundo ele, o Estado de São Paulo tem avançado no objetivo de cada escola possuir um comitê formado por um professor, um servidor e um responsável por aluno, com o intuito exclusivo de fiscalizar o cumprimento dos protocolos de segurança.

Leia mais: Governo Federal e Secretários Estaduais debatem os desafios dos Estados durante encontro da Comunitas

Em sua fala, o secretário Faisal trouxe outra problemática decorrente da pandemia que impacta diretamente a educação pública: a perda de renda da população, que tem como consequência a retirada de alunos das escolas particulares que reflete no aumento da demanda da rede pública.

Leia mais: Vídeo e resumo | Comunitas reúne prefeitos para debater os desafios das cidades durante a Covid-19

A Unesco, organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, estima que 1,6 bilhão de estudantes de todo o mundo foram afetados pela pandemia. Para a diretora e representante do órgão no Brasil, além de realizar um debate transversal entre as áreas sanitárias e educacionais, é fundamental, também, o diálogo com todos os integrantes da comunidade escolar, como professores e familiares dos alunos. “Esse não é um trabalho simples. É de extrema complexidade, e precisamos de planejamento e organização, pois, quanto maior o tempo que as crianças e jovens ficam fora da escola, maior chance de evasão”, explicou.

 

A sistematização do debate ficará disponível em breve na nossa plataforma de conhecimento em gestão pública: www.redejuntos.org.br.

 


 

Clique e assista ao debate completo:

Últimas notícias:

Governo do RS conquista Prêmio Excelência em Competitividade com reformas estruturantes apoiadas pela Comunitas

Amplo conjunto de mudanças na carreira do funcionalismo venceu na categoria Boas...

Comunitas e Instituto Butantan realizam primeira assinatura para iniciar construção da fábrica da CoronaVac

A Comunitas e o Instituto Butantan assinaram, hoje (17), um acordo de confidencialidade (NDA) com o...

Reunião apresenta resultados finais de trabalho realizado em cidades do Tocantins

Iniciado em 2019, projeto buscou caminhos de melhorias na gestão pública, mais especificamente no...

Trabalho em rede possibilita avanço da educação em Petrolina e Caruaru

Projeto liderado pela Comunitas dissemina as boas práticas educacionais de Teresina para Petrolina...

Liderada pela Comunitas, Jornada para Futuros Prefeitos chega na reta final | Saiba como está sendo

Após um mês de aprendizagem, a Jornada para Futuros Prefeitos está chegando ao fim. Lançada em...