Logo Comunitas

Com apoio da Comunitas, Observatório de Prevenção à Violência avança em Caruaru

29/07/2020

O projeto que visa a redução da violência na cidade pernambucana conta com parceria da Comunitas e apoio da Open Society Foundations

Os avanços obtidos pelo Observatório de Prevenção à Violência de Caruaru (PE) foram apresentados, ontem (29), durante reunião virtual realizada entre a Comunitas e a Prefeitura Municipal. Com participação da prefeita Raquel Lyra, o encontro também serviu para definir os próximos passos da iniciativa.

Criado em março, o Observatório visa contribuir no direcionamento das políticas de prevenção à violência construídas pela gestão pública de Caruaru. Com ele, será possível mapear e monitorar a população em situação de risco ou violência na cidade, para que a administração municipal possa fazer o direcionamento específico das políticas sociais, garantindo atendimento ao público vulnerável com mais efetividade.

Entre os avanços do projeto, está a definição dos públicos considerados de risco (como, por exemplo, famílias de vítima de homicídio, egressos do sistema prisional, adolescentes em medidas socioeducativa e mulheres vítimas de violência); a realização da coleta de dados junto à secretarias e órgãos; e a consolidação e análise dos dados.

Para os próximos passos, o intuito é o fortalecimento das ações do Observatório. Estão previstas estratégias como a criação do Comitê de Prevenção para acompanhamento dos indicadores e formulação de ações; a reinstalação dos Fóruns Diálogos em Rede para focalização das políticas sociais; e a institucionalização do Observatório de Prevenção da Violência com definição de fluxo de informação.

 

Comunitas e o apoio no Juntos pela Segurança

Desde 2019, a Comunitas, com apoio da Open Society Foundations, auxilia a Prefeitura de Caruaru no fortalecimento do Juntos pela Segurança – Plano Municipal de Segurança Pública.

O trabalho pretende elaborar ações para uma maior incidência e redução de homicídios a partir das competências municipais, com foco na identificação dos padrões de contato das vítimas com o poder público municipal; na estruturação de um plano de prevenção focalizado e de um sistema de monitoramento; na melhoria da gestão e análise de fatores de risco; e no desenvolvimento de protocolos para redução de fatores de risco.

Assim como nas cidades de Pelotas (RS) e Paraty (RJ) – que também contam como apoio da Comunitas na área de segurança, o trabalho em Caruaru será baseado em uma nova concepção de Segurança Pública, que anda sendo construída em diversos países do mundo, onde o problema da violência passou a ser tratado com políticas públicas multidisciplinares integradas, planejadas e proativas. Essa concepção é conhecida como Segurança Pública Baseada em Evidências, e aproxima o conhecimento científico da prática das ruas.

 

Clique aqui e descubra como avançar com a gestão pública da sua cidade!

 

Últimas notícias:

Comunitas reúne executivos sociais em mais um Grupo de Debates da Rede BISC

Momento objetiva o aprofundamento das análises da pesquisa BISC, intercâmbio de experiências...

Comunitas e prefeitura apresentam o Pacto Araguaína pela Paz

Além do Pacto, durante a reunião também foram apresentados os primeiros dados coletados sobre a...

Com apoio da Comunitas, Observatório de Prevenção à Violência avança em Caruaru

O projeto que visa a redução da violência na cidade pernambucana conta com parceria da Comunitas...

Comunitas disponibiliza especialistas em saúde para apoiar governos nas decisões tomadas durante a pandemia

Com objetivo de auxiliar, ainda mais, os governos nos desafios provocados pela Covid-19, a...

Equipamentos hospitalares mobilizados pela Comunitas já chegaram a 17 cidades brasileiras

Cidades de cinco estados do País receberam equipamentos, que já auxiliam na abertura de mais de...