Logo Comunitas

BISC realiza primeiro Grupo de Debates do ano

15/06/2021

Momento serve para compartilhar experiências, debater caminhos do investimento social corporativo e trocar conhecimentos em espaço de construção coletiva em torno da pesquisa BISC

A equipe do Benchmarking do Investimento Social Corporativo (BISC), ferramenta de gestão social empresarial liderada pela Comunitas, realizou, no último dia 10, o primeiro Grupo de Debates de 2021.

A pauta girou em torno das ações vinculadas ao fator “Social” (ESG) com o objetivo de discutir caminhos para os participantes da Rede BISC melhor reportarem seus esforços nesta dimensão para além do investimento social em comunidades.

Durante o encontro, foram compartilhados critérios para parametrização do Investimento Social Total, conforme metodologia desenvolvida pelo Chief Executives for Corporate Purpose (CECP), organização internacional parceira da Comunitas, e alinhada com o World Economic Forum.

A equipe BISC também apresentou pontos que podem ser extraídos do BISC para reporte do fator “S”, como o volume dos investimentos sociais destinados às comunidades e nas diversas regiões do país, e as áreas de atuação social e valor dos investimentos em cada uma delas. Ainda demonstrou o que pode ser mensurado no BISC, também para reporte do fator “S”, como o percentual dos investimentos sociais na receita/lucro bruto/lucro líquido e o valor dos investimentos desagregado pelas diversas áreas de atuação.

Ainda durante o encontro, o público foi dividido em dois grupos, com o objetivo de debater alguns critérios e tópicos que nortearão o desenvolvimento da próxima edição da pesquisa BISC, à exemplo de quais as partes interessadas que deveriam ser consideradas como alvo do Investimento Social Total (IST), quais as áreas de atuação que poderíamos analisar, e quais os critérios a serem utilizados para definir o que considerar como Investimento Social Total (IST).

“Vivenciamos uma transição para uma geração de consumidores, investidores e colaboradores ainda mais vigilantes e exigentes quanto à geração de valor social por parte das empresas. Há espaço e necessidade de alinhamento de critérios ESG e o BISC pode contribuir trazendo para o Brasil metodologia recém implementada fora para a análise do investimento social corporativo para além do investimento nas comunidades”, explicou a diretora de Gestão e Investimento Social da Comunitas, Patricia Loyola.

Leia também: Agenda | Diretora de Investimento Social da Comunitas, Patricia Loyola participa do 13º Festival ABCR

 

Sobre o Grupo de Debates BISC

Para o encontro são convidados os executivos e executivas sociais das empresas que integram a Rede BISC, fazendo com que compartilhem, entre o grupo, a metodologia e os instrumentos utilizados para captação, divulgação de resultados aos diferentes parceiros, bem como os desafios e as estratégias utilizadas nos projetos de investimento social. O momento serve, também, para troca de conhecimento para a construção da próxima edição da pesquisa BISC.

Últimas notícias:

Rio de Janeiro buscou engajamento popular na revisão do Plano Diretor da cidade

Em um cenário de pandemia, a participação de mais de 400 embaixadores do município se mostrou...

Escola de Atletismo e equilíbrio fiscal são destaques em reunião entre Comunitas e prefeitura de Paraty

A reunião de governança da Comunitas é realizada periodicamente entre o Prefeito, secretários e...

Rio Grande do Sul dá início à segunda fase do Projeto Envolver

O projeto, que visa a valorização do servidor para melhorar a qualidade do atendimento ao...

Columbia Global Centers do Brasil lança livro em parceria com a Comunitas

A publicação, lançada no final da tarde de quarta-feira (17/11), traz artigos acadêmicos para...

Caruaru realiza o 3º Fórum Juntos Pela Segurança

O programa, que é apoiado pela Comunitas desde 2019, foi implantado há cinco anos e já conseguiu...