Logo Comunitas

Em Grupo de Debates, Comunitas apresenta dados inéditos do BISC 2021

02/08/2021

Dados inéditos foram apresentados exclusivamente para os executivos sociais das empresas da Rede BISC durante segundo encontro do ano

O BISC, ferramenta liderada pela Comunitas de apoio a tomada de decisão de gestão e planejamento social corporativo, realizou ontem (29) o segundo Grupo de Debates de 2021. O momento serve para aprofundar o debate e refletir sobre os caminhos do investimento social corporativo, compartilhar experiências e trocar conhecimentos, em um espaço de construção coletiva em torno dos dados do relatório BISC. O encontro foi conduzido pela diretora de Gestão e Investimento Social Corporativo da Comunitas, Patricia Loyola.

“Desde 2015, debatemos no Grupo de Debates assuntos relevantes levantados pela Rede BISC, desde o alinhamento dos investimentos sociais aos negócios até as iniciativas de enfrentamento à COVID-19. O próximo passo é conversar individualmente com cada empresa, instituto e fundação para aprofundar a análise qualitativa”, disse Patricia.

Resultados em primeira mão

A reunião contou com a participação de quase 20 executivos sociais de empresas integrantes da Rede BISC, que puderam conferir, com exclusividade, os primeiros resultados qualitativos da 14ª edição do relatório.

Um dos destaques entre os dados, foi o aumento significativo do apoio às organizações sem fins lucrativos em 2020 (ano de referência da pesquisa). O número de organizações sem fins lucrativos apoiadas pela Rede BISC quadruplicou e passou de 513 para 2.056. Já os recursos transferidos para essas organizações passaram de R$ 515 milhões para R$ 1,9 bilhão.

“Os resultados ainda estão ‘frescos’, não foram analisados extensivamente e serão complementados. Porém existe uma série de novidades que achamos importante compartilhar nesse momento de planejamento das empresas”, explicou a diretora.

Investimento Social Total

Durante o encontro, foi apresentado para os participantes o Investimento Social Total, uma série de critérios que visam parametrizar os investimentos referentes ao campo Social do ESG. A metodologia foi desenvolvida pelo Chief Executives for Corporate Purpose (CECP), organização internacional parceira da Comunitas, e referenciada pelo World Economic Forum.

“O ESG chega para impulsionar o discurso das empresas sobre contabilizar e mostrar suas iniciativas sociais. Sabemos que não é fácil, mas o Investimento Social Total é um instrumento para valorar o ‘S’. É muito mais do que reportar dados. Precisamos falar sobre”, ressaltou Patricia.

Últimas notícias:

Centro de Formação e Economia Criativa de Paraty será lançado em maio

Projeto foi desenvolvido com o apoio da Comunitas e tem o objetivo de se tornar referência para os...

Como resultado da Jornada, Mogi lança pesquisa para servidores públicos

A pesquisa foi uma iniciativa da prefeitura por meio da Jornada realizada pela pela Comunitas para...

Programa para a redução da violência em Pelotas é referência em conferência internacional

Viabilizado com o apoio Comunitas e Open Society Foundation, o Pacto Pelotas pela Paz é case de...

Lucro bruto como um referencial para o orçamento do Investimento Social

Estabelecer o orçamento da área social com base na “proporcionalidade em relação ao lucro...

Empresários, presidente do BNDES e vice-governador de SP estão confirmados em painel do Encontro de Líderes 2021

A programação está em desenvolvimento e novos convidados serão divulgados em breve; 14º...