Logo Comunitas

Em Fórum, prefeita de Pelotas apresenta frente de segurança pública, apoiada pelo Juntos

21/07/2017

A prefeita pelotense, Paula Mascarenhas, participou do painel “Esforços regionais na redução dos homicídios: o que pode ser feito?”.

Terceira cidade mais populosa do Rio Grande do Sul, com aproximadamente 340 mil habitantes, Pelotas convive com dados alarmantes: nos últimos 14 anos, a cidade teve um aumento de 288% no número de vítimas de homicídios. Já na taxa de roubos de veículos, o aumento foi de 82%.

Para enfrentar esse desafio, a Prefeitura de Pelotas, com apoio da Comunitas, está desenvolvendo o Pacto Pelotas Pela Paz, com lançamento previsto para 11 de agosto.

Para apresentar a iniciativa, em fase de construção, a prefeita da cidade gaúcha, Paula Mascarenhas, esteve ontem (19), no 11º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em São Paulo (SP). “No meu governo, decidi tratar a segurança como prioridade. A importância da prevenção quem tem que dar é o município, combinando com a atuação do estado”, destacou a prefeita.

LEIA MAIS: Juntos em Pelotas | Segurança, Saúde e Educação são focos de atuação da parceria na cidade

A ideia da ação é mobilizar amplamente todos os atores da sociedade – população, órgãos públicos, entidades de classes, líderes religiosos, setor privado e academia, a assumir o seu papel na luta contra a violência na cidade. “Experiências exitosas de cidades que venceram a violência ou que conseguiram reduzir seus índices de forma sustentável tem seus resultados traduzidos na liderança política, segurança como prioridade e gestão integrada de informações”, explica Alberto Kopittke, consultor da Inteligência Estratégica Assessoria, responsável pela frente de Segurança na cidade.

O Pacto Pelotas Pela Paz tem alicerce em dois grandes eixos de atuações: Repressão, com ações de policiamento, ordem pública e convivência cidadã e sistema de justiça, e ações de Prevenção.  O projeto foi desenvolvido com uma nova concepção, acreditando na prevenção integral, com ações realizadas desde os cuidados maternos, passando pela vida escolar e juventude, até o acompanhamento socioeducativo e de egressos penitenciários.

 

Confira a fala de Paula Mascarenhas sobre a frente de Segurança em Pelotas, apoiada pela Comunitas:

Comunitas

A Comunitas é uma organização da sociedade civil brasileira que tem como objetivo contribuir para o aprimoramento dos investimentos sociais corporativos e estimular a participação da iniciativa privada no desenvolvimento social e econômico do país.

Dentre suas ações, está o Programa Juntos. De caráter apartidário, o Juntos reúne alguns dos maiores líderes brasileiros do setor privado, empenhados em investir recursos financeiros, experiências e competências técnicas, com a proposta de mostrar que a iniciativa privada, a sociedade e os municípios, unidos, podem investir em inovação, promovendo impactos realmente transformadores na realidade dos municípios brasileiros.

Atualmente, o Juntos está presente nas cidades de São Paulo (SP), Salvador (BA), Porto Alegre (RS), Campinas (SP), Petrolina (PE), Curitiba (PR), Juiz de Fora (MG), Paraty (RJ), Pelotas (RS), Santos (SP), Teresina (PI) e Itirapina (SP) – atingindo mais de 24 milhões de cidadãos.

 

 

Últimas notícias:

Reunião entre Comunitas e Governo do RS debate cenário econômico e medidas de enfrentamento ao coronavírus

A Comunitas e o Governo do Estado do Rio Grande do Sul realizaram, no último dia 27, mais uma...

Renda básica lança luz sobre o desafio ético do nosso tempo

por Fernando Schüler* Eliminação da miséria é fronteira civilizatória, assim como foi, no...

Comunitas modela projeto de apoio emergencial a famílias em situação de vulnerabilidade

Com a experiência adquirida ao longo de 20 anos à frente da Comunitas, Regina Esteves,...

Comunitas inicia mobilização de recursos privados para apoiar famílias em situação de vulnerabilidade em SP

A iniciativa busca unir governo, iniciativa privada e sociedade civil para potencializar esforços...

Transferência de renda vira alternativa para mitigar impactos do coronavírus

Ao menos 30 países criaram novos programas de transferência de renda ou fortaleceram os já...