Logo Comunitas

Em busca de projetos inovadores, comitiva do Juntos visita Medellín, na Colômbia

30/05/2017

Cidade é conhecida por ter passado, rapidamente, de colônia subdesenvolvida a uma cidade de nível mundial.

Busca por inovação e projetos de alto impacto para a sociedade. Com esse intuito, uma comitiva da Comunitas, formada por Regina Esteves, diretora-presidente da organização, José Roberto Marinho, um dos membros da Governança do Programa Juntos, Jonas Donizette, prefeito de Campinas (SP) e Silvio Bernardin, Secretário de Assuntos Jurídicos de Campinas, desembarcou em Medellín, na Colômbia, para conhecer melhores práticas de inovação social desenvolvidas na cidade.

O grupo esteve no município entre os dias 22 e 26 de maio, sendo recebido pelo prefeito Frederico Gutiérrez Zuluaga, que apresentou alguns projetos como a Ruta N, centro de inovação, formação de talentos, acesso a capital e compartilhamento de infraestratutura para organizações que atuam na promoção da inovação social, criado com o objetivo de posicionar a cidade como uma potência de exportação no mercado de tecnologia, aumentando a competitividade da região; e também a Fastrack Institute, uma organização sem fins lucrativos que acelera a tecnologia na sociedade, propondo soluções em inovação,  resultando em impactos positivos que  afetem diretamente a vida do cidadão.

Segundo o prefeito, Jonas Donizette, a intenção da administração é desenvolver distritos de inovação, como o Ruta N, resultando na recuperação de áreas da cidade. “Vim para falar de programas que fizemos em Campinas e também levar daqui experiências”, expressa Donizette.

Segundo município mais populoso da Colômbia, Medellín foi escolhida para a visita devido aos projetos desenvolvidos pela administração pública, que tornaram a cidade, rapidamente, de uma colônia subdesenvolvida a uma cidade de nível mundial – em 2016, Medellín venceu o Lee Kuan Yew World City Prize, prêmio internacional mais importante de urbanismo e desenvolvimento do mundo, considerado o “Nobel das Cidades”.

Para Regina, a troca de boas práticas na gestão pública é de grande aprendizado para a Comunitas. “Em Medellín, o setor privado decidiu tomar a frente das mudanças positivas planejadas para a cidade, incluindo a população por meio da cocriação de todas as soluções, como estratégia de aderência e pertencimento”. Além disso, segundo a diretora-presidente, a cidade entende a mobilidade como estratégia de inclusão e redução das desigualdades, integrando a população por meio do acesso digno. Outro ponto importante é o investimento prioritário nas comunidades de baixa renda, com escola integral universalizada de 0 a 5 anos, e centros esportivos, culturais e bibliotecas funcionando de forma continuada nas comunidades.

Últimas notícias:

Comunitas modela projeto de apoio emergencial a famílias em situação de vulnerabilidade

Com a experiência adquirida ao longo de 20 anos à frente da Comunitas, Regina Esteves,...

Comunitas inicia mobilização de recursos privados para apoiar famílias em situação de vulnerabilidade em SP

A iniciativa busca unir governo, iniciativa privada e sociedade civil para potencializar esforços...

Transferência de renda vira alternativa para mitigar impactos do coronavírus

Ao menos 30 países criaram novos programas de transferência de renda ou fortaleceram os já...

Depois de bater meta de doações para respiradores, Comunitas busca arrecadação para compra de monitores médicos

Para solicitar o número da conta para depósito, clique aqui e entre em contato com a...

Comunitas arrecada R$ 23,5 milhões e doará 345 respiradores para hospitais do Estado de São Paulo

Em caso de dúvida, clique aqui e entre em contato com a Comunitas. Após quatro dias de intensa...