Logo Comunitas

Comunitas no jornal O Globo | Plano Municipal de Segurança começa a ser discutido nesta terça

12/03/2018

Che Oliveira, O Globo

NITERÓI — Será lançado na manhã de terça-feira, no Teatro Municipal, o Pacto Niterói pela Paz, um conjunto de estratégias para o combate à violência na cidade que envolve autoridades, sociedade civil organizada e empresários. Conforme adiantou O GLOBO-Niterói em janeiro, números, programas, iniciativas e atividades desenvolvidas pela prefeitura estão sendo analisados por especialistas em ciências sociais, direito, psicologia, geografia e segurança pública. Parte do resultado desse trabalho, um relatório inédito sobre o histórico da violência no município, será apresentada na solenidade de assinatura do convênio entre o município e a Comunitas, uma organização social com sede em São Paulo que dá suporte a administrações públicas a fim de promover melhorias na gestão.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, explicou que o pacto vai permitir a elaboração do Plano Municipal de Segurança Pública.

— Tão importantes quanto as ações de policiamento e o combate efetivo à violência são as medidas estruturantes a longo prazo, com foco, sobretudo, na educação e geração de emprego e renda — avalia ele.

Na mídia: Comunitas no Estadão | Além da crise: gestão de resultados

Todo o custo com contratação de consultoria e especialistas para desenvolvimento do pacto será arcado pelo Programa Juntos, da Comunitas, que reúne líderes empresariais empenhados no aprimoramento de investimentos sociais corporativos num modelo de governança compartilhada com o poder público. Entre os integrantes do Núcleo de Governança do programa estão Luiz Ildefonso Simões Lopes, presidente da Brookfield Brasil; e José Marinho, vice-presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo. Além do prefeito de Niterói, participarão da cerimônia de lançamento secretários municipais, líderes comunitários e sindicais e representantes do Ministério Público e da OAB.

O planejamento terá parceria técnica do Instituto Cidade Segura. A iniciativa tem como referência o trabalho desenvolvido em Pelotas (RS), onde o programa foi implementado em agosto passado. Entre o mês de lançamento e dezembro, a cidade gaúcha registrou uma queda de 11% no total de crimes registrados, que englobam ameaças, roubos, furtos, crimes sexuais, lesões corporais e posse e/ou porte irregular ou ilegal de arma de fogo.

Para integrar o programa, o município precisa seguir uma série de critérios, entre eles assegurar transparência total no acesso aos dados da prefeitura e estimular a participação da sociedade em todas as etapas das decisões.

Regina Esteves, diretora-presidente da Comunitas, explica que o Pacto pela Paz é uma oportunidade de mobilizar a população na busca de saídas para a questão da segurança pública.

Na mídia: Comunitas no Valor Econômico | Empresários analisam experiência de Medellín para conter violência

— As ações têm como grande destaque medidas de prevenção à violência, pois acreditamos que investimentos mais efetivos em áreas como educação e juventude resultam, diretamente, na redução dos índices de criminalidade nas localidades — avalia ela.

Enquanto o Plano Municipal de Segurança Pública não é executado, programas como o Niterói Presente (ex-Niterói Mais Segura) e o Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) — no qual PMs atuam nos horários de folga, recebendo gratificações — foram adotados pelo município para tentar reduzir os índices de violência na cidade e aumentar a sensação de segurança da população.

 

Postado originalmente no jornal O Globo.

Clique aqui e visualize a matéria.

Últimas notícias:

Parceira da Comunitas, Caruaru conquista prêmio por projeto de redução da violência

Criado pela Prefeitura de Caruaru, o Juntos pela Segurança conta com ações desenvolvidas em...

Governo do RS conquista Prêmio Excelência em Competitividade com reformas estruturantes apoiadas pela Comunitas

Amplo conjunto de mudanças na carreira do funcionalismo venceu na categoria Boas...

Comunitas e Instituto Butantan realizam primeira assinatura para iniciar construção da fábrica da CoronaVac

A Comunitas e o Instituto Butantan assinaram, hoje (17), um acordo de confidencialidade (NDA) com o...

Reunião apresenta resultados finais de trabalho realizado em cidades do Tocantins

Iniciado em 2019, projeto buscou caminhos de melhorias na gestão pública, mais especificamente no...

Trabalho em rede possibilita avanço da educação em Petrolina e Caruaru

Projeto liderado pela Comunitas dissemina as boas práticas educacionais de Teresina para Petrolina...