Logo Comunitas

Comunitas lança publicação que explica atuação da governança compartilhada frente à Covid-19

07/10/2020

A publicação está disponível integralmente na Rede Juntos, plataforma digital sobre gestão pública liderada pela Comunitas.

Desde o início da pandemia no Brasil, a Comunitas, organização social que atua pela melhoria da gestão pública, decidiu reunir sua governança para auxiliar os governos parceiros, estaduais e municipais, na busca por soluções rápidas e prioritárias frente aos desafios impostos pela Covid-19.

Agora, todas as ações desenvolvidas pela organização foram transformadas na publicação Covid-19 | Governança público-privada e o Legado para o Brasil, que explica os caminhos percorridos pela Comunitas para a construção de todas as iniciativas implementadas, com o intuito de sistematizar as ações para que sirvam de inspiração em outras experiências dentro da gestão pública.

“Para além dos recursos que mobilizamos, o que gostaríamos de compartilhar é a importância de uma governança compartilhada entre setores, que garanta transparência à administração, ofereça agilidade às políticas públicas e melhore os serviços oferecidos aos cidadãos”, explica Regina Esteves, diretora-presidente da Comunitas, na carta de abertura da publicação.

Leia também: 13º Encontro de Líderes da Comunitas debate os impactos da governança compartilhada para o Brasil

 

 

Iniciativas da Comunitas de enfrentamento à Covid-19

Para desenvolvimento das iniciativas, a Comunitas utilizou da experiência adquirida ao longo de oito anos, realizando um trabalho em conjunto com importantes lideranças privadas e públicas, em um modelo que canaliza o investimento privado em ações estruturantes e inovadoras para a administração pública.

Para a saúde, a organização mobilizou, junto à iniciativa privada, recursos para a compra de equipamentos para a implementação de mais de 200 novas UTIs em hospitais públicos do país. Com o trabalho de transferência para alimentação, buscou garantir às famílias vulneráveis mais formas de proteção social.

Leia também: As escolas deveriam ser um dos primeiros setores a retornar, afirma Wanderson Oliveira, ex-secretário do Ministério da Saúde

Para a recuperação socioeconômica, foi projetado, junto com o Estado do Rio Grande do Sul, um modelo de distanciamento controlado, que permitiu a reabertura econômica do Estado por meio de segmentação regional – iniciativa replicada em outras partes do país. Para garantir a eficácia na tomada de decisão, a organização ofereceu apoio técnico de especialistas de renome para mentoria e assessoria estratégica, com foco em Saúde, a cidades e estados brasileiros. Além disso, a Comunitas apoiou no debate sobre a retomada da Educação, visando o desenvolvimento de protocolos para o retorno seguro das atividades escolares.

Leia também: Comunitas e Instituto Butantan realizam primeira assinatura para iniciar construção da fábrica da CoronaVac

Últimas notícias:

Comunitas e Prefeitura de Timon realizam reunião de fechamento da Jornada para Prefeitos

A Jornada para Prefeitos está chegando ao fim. A iniciativa liderada pela Comunitas apoiou, ao...

Melhores do ESG da revista Exame: Diálogo entre setores garante ações de longo prazo, por Regina Esteves

Regina participou do painel que abordou o valor da governança compartilhada, durante o Melhores do...

Agenda | Comunitas reunirá prefeitos em conferência de encerramento de jornada

A Jornada de Formação para novos prefeitos da Comunitas está chegando ao fim. A iniciativa...

Em reunião, Comunitas e Prefeitura de Gravatal finalizam participação na Jornada para Prefeitos

A Jornada para Prefeitos está chegando ao fim. A iniciativa liderada pela Comunitas apoiou, ao...

Jornada promove vivência em Reforma Administrativa com o Governo do RS

Encontro integra ações proporcionadas pela Jornada Reforma Administrativa e Gestão de Pessoas,...