Logo Comunitas

Comunitas lança publicação que explica atuação da governança compartilhada frente à Covid-19

07/10/2020

A publicação está disponível integralmente na Rede Juntos, plataforma digital sobre gestão pública liderada pela Comunitas.

Desde o início da pandemia no Brasil, a Comunitas, organização social que atua pela melhoria da gestão pública, decidiu reunir sua governança para auxiliar os governos parceiros, estaduais e municipais, na busca por soluções rápidas e prioritárias frente aos desafios impostos pela Covid-19.

Agora, todas as ações desenvolvidas pela organização foram transformadas na publicação Covid-19 | Governança público-privada e o Legado para o Brasil, que explica os caminhos percorridos pela Comunitas para a construção de todas as iniciativas implementadas, com o intuito de sistematizar as ações para que sirvam de inspiração em outras experiências dentro da gestão pública.

“Para além dos recursos que mobilizamos, o que gostaríamos de compartilhar é a importância de uma governança compartilhada entre setores, que garanta transparência à administração, ofereça agilidade às políticas públicas e melhore os serviços oferecidos aos cidadãos”, explica Regina Esteves, diretora-presidente da Comunitas, na carta de abertura da publicação.

Leia também: 13º Encontro de Líderes da Comunitas debate os impactos da governança compartilhada para o Brasil

 

 

Iniciativas da Comunitas de enfrentamento à Covid-19

Para desenvolvimento das iniciativas, a Comunitas utilizou da experiência adquirida ao longo de oito anos, realizando um trabalho em conjunto com importantes lideranças privadas e públicas, em um modelo que canaliza o investimento privado em ações estruturantes e inovadoras para a administração pública.

Para a saúde, a organização mobilizou, junto à iniciativa privada, recursos para a compra de equipamentos para a implementação de mais de 200 novas UTIs em hospitais públicos do país. Com o trabalho de transferência para alimentação, buscou garantir às famílias vulneráveis mais formas de proteção social.

Leia também: As escolas deveriam ser um dos primeiros setores a retornar, afirma Wanderson Oliveira, ex-secretário do Ministério da Saúde

Para a recuperação socioeconômica, foi projetado, junto com o Estado do Rio Grande do Sul, um modelo de distanciamento controlado, que permitiu a reabertura econômica do Estado por meio de segmentação regional – iniciativa replicada em outras partes do país. Para garantir a eficácia na tomada de decisão, a organização ofereceu apoio técnico de especialistas de renome para mentoria e assessoria estratégica, com foco em Saúde, a cidades e estados brasileiros. Além disso, a Comunitas apoiou no debate sobre a retomada da Educação, visando o desenvolvimento de protocolos para o retorno seguro das atividades escolares.

Leia também: Comunitas e Instituto Butantan realizam primeira assinatura para iniciar construção da fábrica da CoronaVac

Últimas notícias:

Fábrica que dá autonomia ao Brasil na produção da Coronavac ficará pronta em outubro

A Comunitas está participando da governança e liderando a obra da fábrica, ao lado do Governo de...

Comunitas na Folha de SP | Parceria público-privada ativa 360 leitos do SUS para Covid-19 em Campinas

A rede Mário Gatti de hospitais foi apoiada pela iniciativa Ações de Enfrentamento à Covid-19,...

Com participação do BISC, relatório internacional que mede impacto global do investimento social é lançado

Clique aqui e confira a publicação completa Foi lançado o Global Impact at Scale: Corporate...

Comunitas divulga prefeitos selecionados para mentorias individuais da Jornada Desafios dos Futuros Prefeitos

Além de mentorias individuais, os(as) prefeitos(as) selecionados(as) receberão um diagnóstico...

Comunitas finaliza primeira fase de mentorias para prefeitos e equipes de transição de governo municipal

A segunda etapa será realizada no final de janeiro, com foco no desenvolvimento do plano de metas...