Logo Comunitas

Comunitas e prefeitura apresentam o Pacto Araguaína pela Paz

30/07/2020

Além do Pacto, durante a reunião também foram apresentados os primeiros dados coletados sobre a criminalidade na cidade

Foi realizada ontem (29) mais uma reunião do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M), unidade que integra o conjunto de ações desenvolvidas pela prefeitura araguainense em parceria com a Comunitas, que visa a melhoria da Segurança Pública da cidade.

Com a participação do prefeito Ronaldo Dimas, o encontro virtual serviu para dar mais um passo na estruturação do Plano Municipal de Segurança Pública, com a apresentação do Pacto Araguaína pela Paz, projeto de segurança pública liderado pela Comunitas – por meio da parceria técnica do Instituto Cidade Segura, que reúne um conjunto de estratégias integradas de prevenção a violência, para promover inclusão social e redução dos índices de criminalidade.

Assim como os Pactos instalados nas cidades de Pelotas (RS), Paraty (RS) e Niterói (RJ), também com o apoio da Comunitas, o projeto em Araguaína é formatado em uma nova concepção de Segurança Pública, onde o poder público municipal assume uma parte da responsabilidade na prevenção à violência e o desafio da criminalidade passa a ser combatido com políticas públicas multidisciplinares integradas, planejadas e proativas.

Leia também: Com apoio da Comunitas, Observatório de Prevenção à Violência avança em Caruaru

“Tem um conjunto de características, que quando a gente foca, principalmente em crimes contra o patrimônio, é possível evitar. O roubo é algo que pode baixar só de estar no lugar certo e na hora certa”, explicou Alberto Kopittke, consultor do Instituto Cidade Segura.

Leia mais: Segurança pública: concepção tradicional x nova concepção

O Pacto é construído com base em três eixos: Prevenção, formado pelo Comitê Integrado de Prevenção (CIP); Aplicação da Lei, com o Gabinete de Gestão Integrada; e Participação Social, com a realização semestral do Fórum Municipal de Segurança Pública. Dentro de cada eixo, serão realizadas diversas ações com o intuito de prevenir e reprimir a violência na cidade.

A reunião também foi marcada pela apresentação dos primeiros dados coletados pelo Observatório Municipal de Violência sobre a criminalidade em Araguaína, que tentam cruzar padrões entre os dias da semana, horários, localidades e perfis das vítimas das ocorrências registradas no município.

Os dados gerados pelo Observatório auxiliarão o Pacto Araguaína pela Paz, a partir de evidências científicas, promover ações conjuntas e sistêmicas tendo como objetivo discutir, deliberar e executar as políticas públicas com vistas à diminuição da criminalidade, prevenção à violência, à manutenção da paz social e a promoção dos direitos humanos fundamentais.

 

Clique aqui e descubra como avançar com a gestão pública da sua cidade!

Últimas notícias:

Governo do RS conquista Prêmio Excelência em Competitividade com reformas estruturantes apoiadas pela Comunitas

Amplo conjunto de mudanças na carreira do funcionalismo venceu na categoria Boas...

Comunitas e Instituto Butantan realizam primeira assinatura para iniciar construção da fábrica da CoronaVac

A Comunitas e o Instituto Butantan assinaram, hoje (17), um acordo de confidencialidade (NDA) com o...

Reunião apresenta resultados finais de trabalho realizado em cidades do Tocantins

Iniciado em 2019, projeto buscou caminhos de melhorias na gestão pública, mais especificamente no...

Trabalho em rede possibilita avanço da educação em Petrolina e Caruaru

Projeto liderado pela Comunitas dissemina as boas práticas educacionais de Teresina para Petrolina...

Liderada pela Comunitas, Jornada para Futuros Prefeitos chega na reta final | Saiba como está sendo

Após um mês de aprendizagem, a Jornada para Futuros Prefeitos está chegando ao fim. Lançada em...