saiba-como-as-cidades-de-campinas-pelotas-e-santos-envolveram-os-cidadaos-na-busca-por-inovacao-em-saude

Saiba como as cidades de Campinas, Pelotas e Santos envolveram os cidadãos na busca por inovação em saúde

Novo conteúdo desenvolvido pela Comunitas apresenta casos de sucesso que miraram a inovação de processos e engajamento cidadão na saúde pública. Faça o download da publicação clicando aqui.

O aprofundamento da governança democrática é uma das diretrizes para inovações que miram na criação de mecanismos de construção e implementação de políticas públicas de modo mais horizontal. Por esse motivo, a Comunitas estimula o desenvolvimento de iniciativas que promovam a participação da sociedade na administração pública, com a inclusão de cidadãos nas discussões e nos processos de tomada de decisões sobre as prioridades municipais. Inclusive em saúde pública.

Leia também: Bate-Bola | Dalila Ramalho, do Colab.re, explica a participação cidadã além dos votos

Três dessas iniciativas têm seus passo-a-passo explicados na nova publicação da Comunitas, “Engajamento Cidadão e Inovação em Saúde”. Desenvolvidas nas cidades de Pelotas, no Rio Grande do Sul Santos e Campinas, ambas no Estado de São Paulo, os projetos viram na inovação uma oportunidade para reinventar serviços e orientar-se a resultados sem perder de vista o interesse público.

“A principal beneficiada foi a população dessas cidades, que passou a receber os serviços de saúde de forma mais acolhedora e ágil. Essa publicação é voltada para gestores públicos que acreditam no empoderamento da sociedade civil como sustentação à um estado verdadeiramente democrático”, afirma a diretora-presidente da Comunitas, Regina Esteves.

Leia também: Participação do cidadão na gestão pública vai além dos votos

Conteúdo disponível online na Rede Juntos

Além da publicação, todo o conteúdo “Engajamento Cidadão Inovação em Saúde” está disponível de forma digital na Rede Juntos, plataforma digital liderada pela Comunitas voltada para a troca de experiências e aprendizado entre gestores públicos.

A Rede Juntos tem licença Creative Commons 4.0. Isso significa que os conteúdos podem ser replicados sem uso comercial. Com isso, a Comunitas é a primeira organização social brasileira a implementar uma política de educação aberta.

Leia mais: Plataforma digital Rede Juntos passa a ter conteúdo aberto

Os casos de engajamento cidadão em saúde pública

Na gaúcha Pelotas, com apoio da Comunitas (e parceria-técnica contratada da Agência Tellus), a Rede Bem Cuidar foi desenvolvida em um processo de cocriação que envolveu população, servidores e gestores da área da saúde na definição de avanços na saúde pública municipal, com serviços inovadores e uma estrutura física focada no acolhimento dos usuários. O projeto é vencedor de premiações dentro e fora do país.

Leia também: Um novo conceito de atendimento em saúde

Já no litoral paulista, a Escola das Mães – cocriada entre os servidores e a população de Santos, é um espaço que proporciona atividades gratuitas para acolhimento e auxilia às gestantes com cuidados durante o pré-natal e as mamães de crianças de até 1 ano.

A iniciativa contribuiu para a redução da mortalidade infantil na cidade para níveis históricos, caindo de 13,69, em 2014, para 7,9, até abril de 2017 – o menor índice da história da cidade. Os resultados deram para a Escola de Mães um dos principais prêmios de design de produtos e serviços no mundo, o internacional Core77 Design Awards.

Leia também: Projeto contribui para redução da mortalidade infantil

E em Campinas, uma unidade de Pronto Atendimento (PA) totalmente reformulada para os moradores da região de Campo Grande, uma das mais populosas da cidade, com cerca de 190 mil habitantes. As sugestões para o projeto foram colhidas em oficinas de cocriação conduzidas pela Agência Tellus, parceira técnica contratada pela Comunitas, das quais participaram, principalmente, os servidores e usuários do bairro.

Leia também: Campinas reduz em 81% o tempo de avaliação de pacientes no atendimento da rede pública de saúde

 

 

 

Deixe um comentário:

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email