Copyright © 2017 - Comunitas
prefeitura-de-teresina-tem-meta-de-cortar-15-do-custeio-este-ano

Prefeitura de Teresina tem meta de cortar 15% do custeio este ano

Cortes de gastos tem como objetivo adequar o custeio aos índices de arrecadação e não prejudicar serviços básicos

O projeto Gestão Cidadã (denominação dada ao Programa Juntos em Teresina) tem como meta para o ano de 2017 o corte de 15% no custeio da Prefeitura de Teresina, o que representa cerca de R$ 40 milhões. Segundo o secretário de Planejamento e Gestão, Washington Bonfim, as regras começaram a ser implementadas em todas as secretarias no ano passado e tem como principal objetivo adequar os gastos à arrecadação do município, que se mantém nos mesmos valores do ano passado.

“Estamos procurando adequar a máquina à situação financeira que vive o país. A receita do ano de 2016 foi basicamente igual a do ano de 2015. Tivemos o reajuste inflacionário nas contas de água, luz, telefone, aluguéis, o próprio salário dos servidores foi reajustado em mais de 10% ao longo do ano de 2016 e isso pressiona hoje as contas da Prefeitura de vez que o cenário econômico não está indicando melhora rápida nem tem sido melhora na arrecadação do município”, explica.

As medidas de contenção começaram em dezembro do ano passado, com a adequação das secretarias à determinação de corte de 20% dos cargos comissionados, conforme está explicitado no projeto de lei enviado à Câmara Municipal para apreciação dos vereadores. Além dos cortes nas gratificações, cada secretaria está também revendo gastos de manutenção.

“O prefeito, como já vinha anunciando desde o final do ano passado, está tomando medidas duras no sentido de cortes de gratificações. O projeto que foi enviado para a Câmara são cerca de 800 gratificações a menos no âmbito da Prefeitura e também a redução do custeio. Esse projeto, que é o Gestão Cidadã, já vem desde o final do ano de 2015, no final do ano passado a gente tinha uma meta de redução de cerca de R$ 25 milhões e a meta para esse ano é R$ 40 milhões”, disse Washington Bonfim.

Entre as medidas está ainda a revisão de vários tipos de contratos e despesas do dia a dia, como de aluguel, de contratações de empresas terceirizadas. O fornecimento de energia também está sendo estudado caso a caso e o fornecimento de água para as praças nesse momento de período chuvoso está sendo dispensado. “Essas medidas tem o objetivo de reduzir o custeio para adequar à nossa arrecadação para que não haja prejuízos para a população. Esse é o objetivo principal: fazer mais com menos. Cada centavo conta na Prefeitura de Teresina. Sempre contou, mas ainda mais agora”, finaliza.

 

Postado originalmente em Portal da Prefeitura de Teresina.

Foto: divulgação

Facebook