Copyright © 2017 - Comunitas
populacao-aponta-solucoes-para-problemas-na-cidade

População aponta soluções para problemas na cidade

Ao promover o engajamento cidadão nas decisões do poder público municipal, o Juntos acredita no empoderamento da sociedade civil como resultado, dando sustentação à um estado verdadeiramente democrático.

A plataforma e-você, desenvolvida pela Agência Tellus, parceira técnica da Comunitas, é um projeto de inovação aberta (open innovation), colaborativo, que convida  a população local a participar ativamente da solução de um desafio importante que trará benefícios à própria comunidade.

Desafio

As prefeituras de Campinas (SP) e Teresina (PI), parceiras do Programa Juntos, foram as duas primeiras a adotarem a Plataforma e-você. O desafio nessas cidades estava relacionado à segurança e à saúde: como combater o uso de drogas e como deixar o ambiente hospitalar mais acolhedor aos usuários.

 

Soluções

A plataforma e-você, desenvolvida pela Agência Tellus, parceira técnica da Comunitas, é um projeto de inovação aberta (open innovation), colaborativo, que convida a população local a participar ativamente da solução de um desafio importante que trará benefícios à própria comunidade.

Funciona da seguinte maneira: a prefeitura lança um desafio relacionado a um serviço público e a população apresenta propostas para sua implementação. Cada desafio lançado passa por quatro etapas. A 1ª fase é a da inspiração, em que todos contribuem com o envio de boas práticas em resposta ao desafio lançado. A 2ª é quando os participantes desenvolvem e enviam ideias e sugestões próprias; a 3ª é a votação da população, feita após a prefeitura analisar cada uma das soluções e separar as que são consideradas viáveis. A 4ª e última etapa é a execução da proposta que foi mais votada.

Tecnologia é a ferramenta fundamental para a viabilidade da plataforma e-você. A promoção de ações virtuais possibilita o envolvimento de mais pessoas, sendo todo processo sugerido e acompanhado on-line, sem exigir a presença física dos envolvidos.

Resultados principais

Campinas

A plataforma e-você integrou um pacote de serviços implementados pela Prefeitura de Paraty, com o objetivo o de gerar engajamento dos cidadãos e servidores públicos no desenvolvimento e implementação de soluções inovadoras em serviços públicos de saúde, especificamente na Unidade de Pronto Atendimento do Campo Grande (PA Campo Grande). Por meio da metodologia de Design Thinking, foi possível reformular os serviços oferecidos na unidade, que é uma das regiões mais populosas de Campinas.

A plataforma e-você possibilitou que desafios fossem lançados em forma de perguntas e os cidadãos interagiram sugerindo suas propostas. No estágio final, as ideias propostas foram colocadas em votação e a solução mais votada recebeu o compromisso de ser implementada.

A plataforma foi desenvolvida inspirada em casos de sucesso e direcionada para uma população que nunca havia tido a chance de participar em tomadas de decisão virtuais. Para garantir a eficácia da plataforma, testes de interface foram realizados com pacientes nas esperas de unidades de saúde.

O desafio lançado na plataforma Campinas e-você foi: Como podemos deixar o serviço de saúde mais eficiente, confortável e acolhedor? Foram realizadas 24 mil visitas, 87 Inspirações, 90 propostas, sendo que sete delas foram votadas. A solução vencedora foi a padronização do uniforme para os servidores nas unidades de atendimento, com o intuito de evitar a presença de pessoas não autorizadas e suspeitas em áreas internas dos serviços de saúde municipais. A prefeitura já realizou a implementação.

Teresina

Na capital piauiense, dados da Secretaria de Segurança Pública, de 2013, revelaram que 65% das vítimas de homicídios da cidade eram jovens. Com o intuito de minimizar esse índice, a prefeitura lançou um projeto que tinha como objetivo promover a participação da população jovem na discussão sobre políticas públicas, voltadas para a construção de uma cultura de paz na cidade.

Inicialmente formulado como um concurso de ideias inovadoras propostas por jovens, o projeto premiou e executou iniciativas de bibliotecas comunitárias, arte, cultura, educação e esporte. Entretanto, ainda faltava algum tipo de tecnologia que estimulasse uma adesão maior da juventude. E assim foi implementada a plataforma e-você.

A prefeitura convidou os jovens a apresentarem sugestões de políticas públicas focadas no combate à violência juvenil na região do Parque Lagoas do Norte, com a seguinte pergunta: Como a juventude pode contribuir para reduzir o consumo de drogas e construir uma cultura de paz?

Como resultado disso, o desafio lançado recebeu mais de 30 mil acessos, 173 propostas e cerca de 5,5 mil votos na plataforma Teresina e-você. As 10 soluções mais votadas receberam R$ 5 mil, cada, para seu desenvolvimento e os jovens que propuseram as ações ganharam mil reais, como incentivo. Os recursos foram disponibilizados à prefeitura de Teresina pelo Banco Mundial.

Dentre as propostas ganhadoras estão o projeto “Parkour Kids – Ultrapassando barreiras e ensinando cidadania”, de Franklin Alberto Fernandes Rodrigues Júnior, que devido ao sucesso, se tornou parceiro da Secretaria Municipal da Juventude, fechando convênio até dezembro de 2016, e deverá atender 200 jovens.

Já o Projeto Atletismo nos Bairros, participou do Campeonato Piauiense Sub-20 e conquistou o primeiro lugar por equipe. Foram 23 medalhas, sendo 12 de ouro, seis de prata e cinco de bronze. A equipe também ganhou mais 45 medalhas (5 de ouro, 20 de prata e 10 de bronze) no Campeonato Piauiense Adulto de Atletismo. Além disso, o jovem piauiense Artêmio do Nascimento venceu a prova de 800 metros e conquistou a medalha de ouro do Campeonato Brasileiro de Atletismo Sub-18, em 2017.

 

Resultados gerais

A plataforma e-você motiva a população a participar ativamente das discussões referentes às melhorias dos serviços públicos do bairro e do município, colocando-os no papel de protagonistas, com a possibilidade de propor soluções ou votar nas propostas apresentadas por outros moradores da comunidade. Também fortalece a interação entre o município e a população no desenvolvimento de soluções que serão realizadas localmente e, que, portanto, serão refletidas no dia a dia. Fortalece o papel de cidadão ao compartilhar ideias em prol de um bem comum. Aumenta a autoestima da comunidade e estimula o sentimento de pertencimento ao participar de decisões  que têm como objetivo tornar o serviço público mais eficiente.

 

Deixe um comentário

Facebook