ods-4-parcerias-para-educacao-de-qualidade

ODS 4 | Parcerias para educação de qualidade

O Brasil ainda possui índices desafiadores no quesito educação pública. Por exemplo, são cerca de 38 milhões de analfabetos funcionais no país, segundo o Indicador do Alfabetismo Funcional (Inaf) 2018. Isso significa que três em cada dez jovens e adultos de 15 a 64 anos são incapazes de compreender textos e contas matemáticas simples.

Esse é um dos dados que o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 04 visa combater. Denominado “Educação de Qualidade”, faz parte dos 17 objetivos criados pela Organização das Nações Unidas (ONU), e tem a meta de assegurar a educação inclusiva e equitativa de qualidade, além de promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

Leia também: Os obstáculos para a implementação das ODS nos investimentos sociais corporativos

Parcerias na educação

Mas, para mudar os dados educacionais alarmantes, é necessária a união de toda a sociedade. Inclusive da iniciativa privada, que já tem se movimentado nesse caminho. Segundo o último Benchmarking do Investimento Social Corporativo (BISC) – relatório que traça parâmetros e comparações sobre o perfil do investimento social corporativo no Brasil –, empresas e institutos/fundações empresariais investiram R$ 926 milhões em projetos sociais educacionais em 2016.

Leia também: 10 dicas para melhorar o IDEB da sua cidade

Nesse cenário, surgiu o Programa Juntos, iniciativa da Comunitas que reúne importantes lideranças empresariais brasileiras, com o intuito de aprimorar os investimentos sociais privados e ampliar os resultados, ao trabalhar em parceria com a gestão pública.

Uma das parcerias é com a Prefeitura de Teresina (PI), que, desde 2014 desenvolve diversas ações que buscam eficiência na gestão. Na área de educação, um projeto em desenvolvimento visa a criação de novas ideias e soluções para a área, por meio de duas etapas. A primeira, já finalizada, contou com a realização de um diagnóstico das práticas educacionais da cidade, a realidade da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) e suas políticas públicas. A segunda contempla a cocriação junto à SEMEC, comunidade escolar e sociedade civil para elaborar novas ações na área da educação.

Leia também: Inovação na educação de Teresina é pauta de oficinas realizadas pela Comunitas e Prefeitura

“Nosso objetivo é fazer uma construção coletiva que dê sustentabilidade às ações, todos participam e as pessoas se sentem responsáveis pelo que está sendo construído. É um produto de todos com foco na melhoria da aprendizagem”, finalizou o secretário da Semec, Kleber Montezuma.

Leia também: Parceira do Juntos, Teresina tem o melhor ensino público entre as capitais do país

Já em Caruaru (PE) e, também, em Teresina, uma parceria com a Fundação Lemann implementará na rede de ensino municipal o Programa Formar, projeto da fundação que tem como objetivo apoiar os educadores em seu desenvolvimento profissional e aperfeiçoar as práticas de gestão e os processos pedagógicos.

Também com a parceria do Programa Juntos, a prefeitura da cidade fluminense de Paraty implementou os programas Sementes e Compasso, iniciativa onde as crianças da educação infantil e fundamental trabalham habilidades socioemocionais, visando promover a empatia e fortalecer a ambiência inclusiva na rede municipal de ensino, resultando na melhoria do aprendizado de forma ampla.

Leia também: Bate-Bola | A pedagoga Ana Luiza Colagrossi explica a importância de ensinar a criança a lidar com suas emoções

A abordagem usada pelo Sementes, por exemplo, foi construída ouvindo a comunidade escolar e adaptando as atividades pensadas para estimular as habilidades socioemocionais à realidade de cada unidade – lembrando da importância de inserir os professores e, também, os pais e responsáveis pelos alunos.

 


 

 

Deixe um comentário:

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email