Vamos ampliar os impactos dos investimentos sociais privados?

Realizada anualmente, desde 2007, a pesquisa Benchmarking do Investimento Social Corporativo (BISC) foi a percursora das atividades desenvolvidas pela Comunitas.

O BISC é uma valiosa ferramenta que traça parâmetros e comparações sobre o perfil do investimento social privado no Brasil, acompanhando a evolução dos compromissos sociais das empresas participantes, que acreditam na sua parcela de responsabilidade na proteção do meio ambiente e geração de solidariedade social.

O objetivo do relatório BISC é aprimorar a gestão social privada, qualidade e impacto do investimento social, influenciando, decididamente, na eficácia do gasto social, permitindo que o responsável pelo investimento compreenda como e onde investir de forma mais aperfeiçoada.

Com a pesquisa, também é possível verificar o impacto nos públicos e desenvolver metas para maximizá-los, além de identificar possíveis desafios futuros. Como resultado, transformações mais significativas na qualidade de vida das comunidades e promoção de maior aproximação da empresa com a sociedade.

O BISC é, também, uma ferramenta aberta, em processo permanente de aperfeiçoamento. Novos temas, questões e possibilidades de comparação são incluídos todos os anos de acordo com o interesse das empresas parceiras. São acrescentadas novas análises sobre tendências, prioridades emergentes e influência do cenário econômico sobre o investimento social privado.

Com isso, é possível aferir a evolução dos compromissos sociais das empresas participantes, extrair a percepção dos gestores sobre a qualidade das aplicações, buscar novos temas para subsidiar a formulação de estratégias e melhorar a contribuição para o desenvolvimento do país.

Articulação internacional com CECP e Global Exchange

Para fortalecer e expandir o campo de investimento social brasileiro, desde 2007 a Comunitas é parceira do Chief Executives for Corporate Purpose (CECP), coalizão americana formada por CEOs que acreditam que a estratégia social de uma empresa determina o sucesso da mesma.

Atualmente, o CECP integra mais de 200 das maiores empresas do mundo que representam US$ 6,6 trilhões em receitas e US$ 21,2 bilhões em investimento social.

A Comunitas é a única parceria da organização na América no Sul, e a união das duas entidades promove intercâmbio de experiências, pesquisas, estudos e ferramentas sobre o investimento social corporativo ao redor do mundo.

No âmbito da parceria com o CECP, a Comunitas participou em 2014 da cocriação do Global Exchange, uma coalizão que reúne organizações de engajamento societário corporativo presentes em 05 continentes (coletivamente representam 67% do PIB mundial e 54% da população), para promover o setor corporativo como uma força capaz de gerar impacto positivo na sociedade. Assim, atuam individualmente em suas localidades com algumas das maiores empresas do mundo, apoiando-se mutuamente em esforços na área social.

Os desdobramentos do alinhamento e aproximação do Global Exchange levou à criação do projeto Global Voice, uma pesquisa anual de nível mundial, que será replicada por todas as organizações do grupo a fim de levantar as mesmas informações sobre diferentes localidades, no intento de avaliar o investimento social privado em uma escala maior e com dados comparáveis.

A pesquisa culminará em uma análise aprofundada de insights e benchmarking produzidos pelo CECP sobre as tendências globais provenientes dos componentes do projeto. Os participantes do Global Exchange usarão os resultados para avançar a missão e a visão da rede, bem como alavancar estas descobertas como um recurso pragmático para melhorar as práticas empresariais no que se refere ao investimento social.

Plataforma de Filantropia PNUD

A fim de intensificar a colaboração, alavancar recursos e promover a contribuição de institutos e fundações com a Agenda 2030, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) construiu a iniciativa global SDG Philanthropy Platform (SDGPP). A plataforma foi desenhada para fomentar e otimizar a atuação do investimento social privado nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), facilitando uma colaboração mais efetiva entre os parceiros públicos, privados e da sociedade civil.

No Brasil, contando com a participação da Comunitas no Conselho Curador, a SDGPP assumiu a identidade de Plataforma Filantropia ODS Brasil.

Grupo de Conhecimento de Investimento Social

Em 2018, foi criado o Grupo de Conhecimento. Com a participação da Comunitas, a iniciativa tem como premissa reunir organizações de referência relacionadas à produção de dados e informações sobre o campo do Investimento Social e da sociedade civil para estimular um ambiente de troca, articulação e cooperação que possibilite uma atuação mais integrada enquanto setor.

Criado a partir do estímulo do Grupo de Institutos Fundações e Empresas (GIFE), o grupo conta com a participação de diferentes atores, como o próprio GIFE, a Fundação Getúlio Vargas (FGV); Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Instituto de Cidadania Empresarial (ICE), Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS); Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA); Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Rede de Filantropia para a Justiça Social e Wings.

Porque investir socialmente e analisar os impactos?

Segundo pesquisa divulgada em 2017, realizada pela Union + Webster International, especializada em diagnósticos sobre marcas e hábitos de consumo, os brasileiros são os consumidores mais conscientes do mundo – 87% dos brasileiros pesquisados informam que preferem comprar produtos ou serviços de empresas com responsabilidade social reconhecida, superando a média mundial de 77%. Além disso, os consumidores brasileiros não se importam em pagar até 10% a mais pela mercadoria dessas organizações.

Compreender o rumo dos investimentos sociais é fundamental no mundo corporativo como estratégia e análise do mercado. O BISC proporciona um mapeamento único no país, com sinalização das maiores tendências na área social, permitindo às empresas avaliar o alcance de seus investimentos, sendo um instrumento de análise e qualificação do investimento social corporativo. A pesquisa busca, cada vez mais, tornar-se um guia de gestão do investimento social, para empresas e institutos.

A pesquisa oferece aos seus parceiros uma plataforma online para preenchimento do questionário e monitoramento das respostas de anos anteriores. Há ainda workshops e encontros para discussões acerca dos resultados obtidos, além de um relatório anual impresso, junto a uma versão de destaques. Além disso, os parceiros do BISC são automaticamente convidados ao Encontro de Líderes promovido pela Comunitas, que reúne os maiores líderes empresariais do Brasil.

Instagram

Something is wrong.
Instagram token error.

Deixe um comentário:

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email