investimento-social-privado-e-saude-publica-uma-parceria-de-resultados

Investimento social privado e saúde pública: uma parceria de resultados

A saúde pública é um dos maiores desafios dos governos brasileiros, nos seus três níveis. O serviço, que promete atendimento para todos os cidadãos – sem distinção, ainda tem dificuldades de ultrapassar barreiras de custo, demanda e inovação.

Porém, a iniciativa privada tem mostrado que está disposta a assumir sua parte de responsabilidade no desenvolvimento do país, indicando que o investimento na saúde, e em outras diversas demandas sociais, não precisam ser somente do setor público.

A pesquisa BISC, liderada pela Comunitas, mostrou que, em 2016, os investimentos sociais corporativos das organizações integrantes do grupo – 268 empresas e 18 institutos – giraram em torno de R$ 32 milhões.

Mas para onde vai esse valor?

Iniciativas como o Programa Juntos, também liderado pela Comunitas, tem como objetivo principal o aprimoramento dos investimentos sociais corporativos, visando mais impacto e sustentabilidade. E o método fundamental encontrado para isso foi colocar o agente público como centro da transformação.

Para a cocriação de inovações em saúde pública

A falta de planejamento é considerada um dos principais desafios para superação da gestão pública – em qualquer área. Na saúde, ações como a construção de um planejamento focado, principalmente, na prevenção de doenças, e a adoção de novas tecnologias que facilitem o acesso da população a informações básicas, evita a necessidade da chegada do cidadão ao sistema de saúde, desafogando o fluxo e abrandando custos.

Essa foi a ideia praticada na cidade de Pelotas (RS). Com apoio do Juntos e parceria técnica do a Agência Tellus, a Rede Bem Cuidar foi desenvolvida em um processo de cocriação que envolveu população, servidores e gestores da área da saúde na definição de avanços na saúde pública municipal, com serviços inovadores e uma estrutura física focada no acolhimento dos usuários.

Leia mais: Projeto criado com apoio do Programa Juntos é apresentado para Obama

Como resultado, dois grandes reconhecimentos: a Rede Bem Cuidar foi eleita a 2ª melhor experiência em saúde pelo prêmio InovaSUS, do Ministério da Saúde, em 2015. O projeto também recebeu premiação do Centro de Design Ativo de Nova Iorque, nos Estados Unidos, em 2016, sendo uma das 12 experiências reconhecidas mundialmente – a única brasileira.

“A qualidade chegou por aqui, o acolhimento é muito positivo e demonstra atenção com as pessoas”, diz Helena Tavares, moradora e usuária da Rede Bem Cuidar do bairro Guabiroba. [OLHO]

Leia mais: Rede Bem Cuidar | Cartilha de Soluções

Para a melhoria da saúde pública do Estado de São Paulo

Agora, a Rede Bem Cuidar virou inspiração. A expertise obtida pelo Tellus com o desenvolvimento da Rede Bem Cuidar foi fundamental para o parceiro técnico da Comunitas ganhar licitação e fechar contrato com o Governo do Estado de São Paulo, repassando o conhecimento adquirido para o programa “Saúde em Ação”, parceria do Governo do Estado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A iniciativa realizará 163 obras na área da saúde, entre a construção e reformas de clínicas (unidades básicas de saúde) e de hospitais.

“A atenção primária na saúde ganha cada vez mais relevância na política pública de prevenção, e com isso é fundamental o desenvolvimento de soluções inovadoras centradas no usuário com o objetivo de serem mais resolutivas e acolhedoras para os cidadãos”, explica o cofundador e diretor do Grupo Tellus, Germano Guimarães.

Leia mais: Ações desenvolvidas pela Comunitas na área da saúde inspiram Governo de SP

Para a redução da mortalidade infantil

Outra iniciativa apoiada pelo Juntos, dessa vez na cidade de Santos (SP), também mereceu reconhecimento internacional. A Escola de Mães foi a grande vencedora do internacional Core77 Design Awards – um dos principais prêmios de design de produtos e serviços no mundo.

Leia mais: Escola de Mães ganha um dos maiores prêmios de design do mundo

Criada em parceria técnica com Agência Tellus, a Escola de Mães é conjunto de atividades educativas que complementam as consultas médicas e preparam as mulheres e sua rede de apoio para questões relacionadas à maternidade, à saúde reprodutiva, à gestação, ao pós-parto e aos direitos da mulher. As atividades para gestantes se somam às consultas, constituindo o pré-natal ampliado.

Como principal resultado, o coeficiente de mortalidade infantil caiu de 13,69, em 2014, para 7,9, até abril de 2017 – o menor índice da história da cidade.

Leia mais: Projeto contribui para redução da mortalidade infantil

E melhor: a Prefeitura de Santos ampliará a iniciativa para mais 8 unidades, visando reduzir iniquidades desigualdades regionais distribuindo de forma mais equilibrada os serviços de saúde.

A Escola de Mães foi destaque nos maiores jornais do país. Confira:

Para facilitar a vida do paciente da rede pública de saúde

Ainda temos a plataforma Clique Saúde, implementado nas cidades de Pelotas e na carioca Paraty, com apoio do Programa Juntos e parceria técnica da Saútil. O objetivo é educar, orientar e facilitar o acesso aos recursos de saúde para a população, por meio de um buscador que pode ser consultado a partir de qualquer dispositivo ligado à internet, universalizando o acesso às informações e, como consequência, aos serviços.

Leia mais: Clique Saúde | Guia de Uso

E como resultado da iniciativa, veio mais reconhecimento, com o título de Projeto Inovador 2017, premiação dada às administrações públicas que estão incluindo a tecnologia de forma estratégica em seus planejamentos – outorgado pela Rede Cidade Digital em parceria com a prefeitura de Bento Gonçalves.

 

Deixe um comentário:

Compartilhe esse conteúdo!:

Deixe um comentário

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email