liderancas-publicas-de-todas-as-partes-do-pais-participam-de-curso-nos-eua

Lideranças públicas de todas as partes do País participam de curso nos EUA

Implementação de políticas públicas e meio ambiente foram foco do último dia do International Program for Public Leaders em Washington, DC, que durou uma semana

Ainda que uma política pública seja bem pensada e desenhada, há inúmeros obstáculos para a implementação de programas bem-sucedidos. Na manhã de sexta-feira, 19, os principais erros e estratégias para evitá-los foram abordados pelo professor Kent Weaver, membro sênior do programa de estudos sobre governança da Brookings.

Corrupção e interferência política, resistência pública, erros de interpretação e perda de prazos foram algumas das questões tratadas. “Até uma obra feita na sua própria casa está sujeita a atrasos, imagine só uma obra pública”, disse Jonas Donizette, prefeito de Campinas.

Em seguida, os participantes foram divididos em grupos que representavam diferentes interesses em temas ambientais de Dom Eliseu, no Pará. Este foi o último dia do International Program for Public Leaders in Washington DC, curso correalizado pela Comunitas e a Leadership Academy for Development (LAD) – projeto do Center on Democracy, Development and the Rule of Law (CDDRL), parte do Freeman Spogli Institute for International Studies da Universidade de Stanford, e elaborado em parceria com a Escola Johns Hopkins de Estudos Internacionais Avançados.

O curso aconteceu entre os dias 15 e 19 de julho na Universidade Johns Hopkins, em Washington, DC. Participaram dois governadores brasileiros – (RS) e (Pará), dois vice-governadores – (MG) e (CE), além dos prefeitos de Porto Alegre, Campinas, Caruaru e Petrolina. Participam também a diretora-presidente da Comunitas, Regina Esteves, e outras lideranças públicas e privadas e especialistas em gestão pública.

O objetivo do curso foi ampliar o repertório de soluções na construção de políticas públicas sólidas em contextos complexos e contenciosos. Foram realizadas também visitas de campo que ajudaram a promover a reflexão e o debate entre os participantes, como as visitas ao Banco Mundial, o Brazil Institute (Wilson Center), ao World Resources Institute (WRI), o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Congresso.

Com esta iniciativa reforçamos a importância de termos líderes públicos que se dedicam a estudar e entender o que significa liderar uma administração pública que promove um impacto tão grande em tantas pessoas. E a importância de, também, criarmos uma rede positiva no Brasil, com projetos que possam inspirar outras administrações, e que assim tenhamos um desenvolvimento real, acelerado e sustentável, explicou Regina Esteves.

As aulas tiveram duração de uma semana e contaram com temas como parcerias público-privadas, estudos comportamentais e uso da tecnologia, investimentos e educação, além de democracia e transformação de cidades.

A curadoria dos estudos de caso foi realizada pelos diretores acadêmicos do programa, Roger Leeds e Kent Weaver, com apoio da equipe da Comunitas. As aulas foram ministradas por especialistas de renome internacional, como James Fishkin, pós-doutor em Ciências Políticas pela Universidade de Yale e professor da Universidade de Stanford; Stephen Goldsmith, professor de Prática de Governo e diretor do Programa de Inovações do Governo Americano na Kennedy School of Government em Harvard; e Antony Willians, ex-prefeito de Washington D.C. (1999-2007) e atual diretor executivo da “Federal City Council,” uma organização que serve como catalisadora para o progresso da capital da nação, focando os talentos criativos e administrativos dos negócios de Washington à líderes profissionais nos maiores problemas e oportunidades enfrentados pela cidade.

“Cada um aqui deixou o governo por uma semana achando que o mundo poderia acabar, mas acredito que momentos como este são extremamente necessários ao fazer com que a gente possa parar, pensar, trocar ideias e experiências, enxergar problemas de uma forma diferente e avaliar a complexidade de cada um deles, e conseguir buscar soluções para aquilo que enfrentamos no dia a dia. Mesmo vindo de Caruaru, no agreste brasileiro, consegui me enxergar em problemas enfrentados por diversas outras cidades do mundo. Poderia fazer qualquer outro curso, mas não faria tanto sentido quanto este, que está personalizado para os nossos problemas”, discursou Raquel Lyra, prefeita de Caruaru, durante cerimônia de encerramento do curso.

É a segunda vez que a Comunitas promove a ida de lideranças públicas para capacitação e troca de experiências em universidades renomadas mundialmente. Em 2018, a organização coordenou o Accelerating Growth in Brazilian Cities – Special Program for Brazilian Mayors, em uma das mais renomadas universidades do mundo, a Universidade de Columbia, em Nova Iorque (EUA).

 

 

 Confira o que os participantes do curso acharam da experiência:

 

 

A Comunitas

A Comunitas é uma organização da sociedade civil brasileira que tem como objetivo contribuir para o aprimoramento dos investimentos sociais corporativos e estimular a participação da iniciativa privada no desenvolvimento social e econômico do país.

Por meio do envolvimento de diversos atores, estimula e fomenta ações conjuntas com o propósito comum de promover o desenvolvimento sustentável por meio da parceria de líderes empresariais, engajados nas várias frentes de atuação da Comunitas.

É a segunda vez que a Comunitas promove a ida de lideranças públicas para capacitação e troca de experiências em universidades renomadas mundialmente. Em 2018, a organização coordenou o Accelerating Growth in Brazilian Cities – Special Program for Brazilian Mayors, em uma das mais renomadas universidades do mundo, a Universidade de Columbia, em Nova Iorque (EUA).

Deixe um comentário:

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email