entra-em-vigor-reforma-administrativa-proposta-pelo-governo-de-goias-com-apoio-da-comunitas

Entra em vigor reforma administrativa proposta pelo Governo de Goiás com apoio da Comunitas

A restruturação administrativa para o governo goiano deverá gerar uma economia anual de R$ 1,2 milhão aos cofres públicos.

A primeira fase da Reforma Administrativa proposta pelo Governo de Goiás com apoio da Comunitas foi publicada na última sexta-feira, dia 08, e uma série de mudanças, principalmente no que tange às secretarias de Estado, foi anunciada.

Com a ação, foram divididas, renomeadas e recriadas secretarias que, até então, estavam extintas. De acordo com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, a Reforma Administrativa tem como premissa a adequação dos repasses, pagamentos e investimentos para que se tenha um governo compatível com aquilo que está sendo visto hoje como sendo o quadro fiscal do Estado. “Não é possível fazer a gestão de um estado no qual se tem 83% da receita comprometida com o pagamento da folha”, disse.

O intuito da reforma é promover uma gestão eminentemente técnica, com especialistas em cada uma das secretarias e agências, acompanhando e cobrando, de perto, as metas pré-estabelecidas. Os cortes deverão gerar uma economia anual de R$ 1,2 milhão aos cofres públicos.

Leia também: Proposta criada em parceria da Comunitas prevê economia de R$ 1 bilhão no Governo de Minas Gerais

A segunda etapa da reforma está sendo coordenada pela Secretaria de Administração e trabalhada internamente em cada pasta, sob o comando dos titulares já nomeados pelo governador para ser, posteriormente, enviada à Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). A proposta trará a estrutura de segundo e terceiro escalões, além da chamada estrutura complementar com gerências e assessorias.

Trabalho proposto em parceria com a Comunitas

A Comunitas iniciou o trabalho junto ao governo ainda durante a transição governamental, com o apoio e assessoramento técnico especializado no processo. Para o governador Caiado foram entregues cerca de 350 documentos finais da transição. Toda a documentação foi estruturada em uma base digital preparada para que todos os secretários e dirigentes da nova gestão pudessem acessar conforme conveniência.

Leia também: Comunitas na Exame | Choque de gestão no Pará é exemplo para cidades brasileiras

“Agradeço o empenho dos técnicos da Comunitas em apontar caminhos frente ao colapso fiscal do estado. As dificuldades serão sanadas com o trabalho sério e dedicado de toda equipe do governo. Vocês podem ter certeza que Goiás será referência nacional”, afirmou o governador durante reunião com a Comunitas.

 

Sobre a Comunitas

A Comunitas é uma organização da sociedade civil brasileira que tem como objetivo contribuir para o aprimoramento dos investimentos sociais corporativos e estimular a participação da iniciativa privada no desenvolvimento social e econômico do país. Por meio do envolvimento de diversos atores, estimula e fomenta ações conjuntas com o propósito de promover o desenvolvimento sustentável por meio da parceria de líderes empresariais, engajados nas várias frentes de atuação da Comunitas.

Leia também: Comunitas na Exame | Políticos brasileiros vão à escola em Nova York

Entre as frentes, está o Programa Juntos, uma coalização de líderes empresariais que tem o objetivo de promover melhorias na gestão pública e, assim, na vida da população. O Juntos atua com propósitos de longo prazo e numa perspectiva de projeto de Estado.

Assista: Depoimento dos líderes empresariais integrantes do Programa Juntos

O Programa Juntos tem alcance nacional e, hoje, apoia as gestões municipais das cidades de São Miguel (RN); Caruaru e Petrolina (PE); Teresina (PI); Salvador (BA); Juiz de Fora (MG); Paraty (RJ); Campinas, Santos e São Paulo (SP): Curitiba (PR); Pelotas e Porto Alegre (RS). Em nível estadual, está presente no estado do Pará, onde o trabalho de apoio à gestão pública impactou 65 cidades, e, mais recentemente, nos estados de Goiás, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Deixe um comentário:

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email