destaque-no-ideb-educacao-de-teresina-servira-de-modelo-para-municipios-com-apoio-do-programa-juntos

Destaque no Ideb, Educação de Teresina servirá de modelo para municípios com apoio do Programa Juntos

Secretarias de Caruaru, Petrolina e Paraty se unem para buscar alternativas na Educação

A Comunitas acredita que boas iniciativas devem ser compartilhadas e multiplicadas. E, pensando nisto, o Programa Juntos lançou na última sexta-feira (26) – com a realização de um seminário, o Replica Teresina. A iniciativa foi criada para buscar alternativas de políticas educacionais municipais que melhorem o aprendizado das crianças dos municípios participantes. As ações são realizadas a partir da experiência de Teresina – que, em 2017, obteve o melhor ensino público entre as capitais brasileiras, segundo o IDEB.

Assista: Secretário de Educação Kleber Montezuma aborda a gestão educacional de Teresina

Entre os objetivos do seminário, estava discutir a experiência de Teresina e levantar os principais aprendizados e aplicabilidade nos municípios foco, além de analisar os panoramas municipais e estabelecer diretrizes de ação.

“Este encontro demonstra o real intuito da Comunitas: promover parcerias e troca de experiências para melhorar o presente e o futuro da gestão pública do País”, afirmou o diretor do Programa Juntos, Washington Bonfim.

Leia também: “Em tempos de crise, a importância do planejamento é ainda mais ressaltada”, explica diretor do Programa Juntos

O seminário contou com a participação dos secretários de Educação das cidades participantes do projeto – Kleber Montezuma (Teresina), Marta Medeiros (Caruaru), Margareth Zaponi (Petrolina) e Luiza Helena Martins (Paraty), além das equipes das secretarias. Além disso, a abertura do encontro contou com a presença do prefeito teresinense, Firmino Filho.

Para Firmino, um dos motivos para o bom resultado de Teresina é garantir que a Educação seja blindada de qualquer tipo de troca ou influência política. Ainda segundo o prefeito, outro fator importante é fortalecer processos de inovação.

“Parcerias como como esta da Comunitas abrem espaço para inovação no sistema. Não podemos ficar fechados, é necessário um espaço de abertura para testar. Além de fazer mudanças, é fundamental procurar evidências para que possamos avançar, pois, infelizmente atualmente as políticas públicas são construídas muito baseadas em ‘achismo’, disse o chefe do executivo municipal.

Assista: Comunitas apresenta para Prefeitura de Teresina diagnóstico sobre práticas educacionais e alternativas para inovação

Para liderar o projeto, a Comunitas contratou a parceria técnica de Alexandre Schneider, ex-secretário municipal de Educação de São Paulo. “Não podemos ter vergonha de copiar. Se existe gente que já deu um passo à frente, eu não somente copio, mas digo que copiei. A gente precisa começar a ter colaboração entre municípios para ganharmos tempo, pois quatro anos é um tempo muito curto. Precisamos começar a andar juntos, queimando etapas e fortalecendo as boas iniciativas”, explicou Alexandre.

Visitas em campo

No dia anterior ao seminário, as equipes das prefeituras de Caruaru, Petrolina e Paraty realizaram visitas em escolas municipais de Teresina, para conversarem com diretores e verificarem, in loco, como é praticada a gestão escolar.

Segundo a diretora da Escola Municipal Professor Manoel Paulo Nunes, Janaína Oliveira, durante conversa com a comitiva das prefeituras visitantes, o diferencial para o elevado IDEB de Teresina se deve ao trabalho realizado com foco na aprendizagem dos alunos, dos anos iniciais até os anos finais. “Acompanhamos, de maneira igual e efetiva, desde os alunos que estão com baixa aprendizagem até àqueles acima da média – sem deixar ninguém para trás. Não é somente uma escola que faz esse trabalho, mas, sim, a rede de ensino como um todo por meio de um trabalho unificado”, explicou.

De acordo com a secretária de Educação de Paraty, Luiza Helena, participar do encontro foi decisivo para elucidar maneiras de estruturar o plano educacional da cidade. “É muito bacana vermos um trabalho de resultado que pode ajudar bastante Paraty a tomar ações que não sejam pontuais e, sim, políticas permanentes de estado. Saio daqui bastante satisfeita e agradecida por esse encontro, pois tem muita coisa que estou levando para casa para discutir na secretaria e com os professores”, afirmou Luiza.

Assista: Comunitas no Jornal Nacional | Parceria com Teresina para melhorar educação

O próximo passo da iniciativa é transformar o debate e as decisões tomadas no seminário em processos concretos, dando continuidade ao planejamento e implementação do plano de ação. Em Paraty e Caruaru, foi definido como foco do Replica a busca de melhorias para os métodos de avaliação e formação. Já em Petrolina, a meta será o aprimoramento dos processos de avaliação e monitoramento, tendo como objetivo a criação de um sistema para acompanhamento da rede municipal.

Deixe um comentário:

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email