converse-com-iara-robo-virtual-da-comunitas-que-ajudara-cidades-a-sair-do-serasa

Converse com Iara, robô virtual da Comunitas que ajudará cidades a sair do “Serasa”

Uma assistente virtual criada especialmente para auxiliar os municípios brasileiros na busca pelo equilíbrio das contas públicas: essa é Iara, chatbot criado pela Comunitas e desenvolvido pela AppCívico.

Leia mais: Bate-Bola | A especialista Bruna Santos aborda o uso de Dados Abertos para mais transparência na gestão pública

O intuito da Iara é auxiliar, e consequentemente facilitar, o trabalho dos servidores públicos municipais responsáveis por manter o nome das prefeituras “limpo” na lista do CAUC – uma espécie de “Serasa” para os governos municipais.

A situação é crítica e a Iara sabe. Agora no mês de abril, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) divulgou um dado alarmante: o percentual de municípios brasileiros com o “nome sujo” no CAUC foi recorde e atinge 98% das prefeituras do país.

Isso significa que quase todas as cidades do país estão proibidas de celebrar convênios ou instrumentos similares, verba que poderia ser usada em obras de infraestrutura da cidade, por exemplo.

Mas como Iara pode ajudar? De forma automática, Iara é “alimentada” por inteligência artificial, ou seja, ela simula o comportamento e raciocínio humano e tem capacidade de aprendizagem automática com os dados inseridos no sistema. A robô virtual foi criada para responder perguntas que gestores públicos de todo o Brasil possa ter a respeito das pendências no CAUC.

Diversos gestores públicos, especialistas em finanças municipais, estão por trás da Iara, dando à robô conhecimento para que as respostas estejam cada vez mais aprimoradas e atendam aos anseios dos servidores.

A ferramenta é piloto, o que significa que Iara não está totalmente pronta e existe a necessidade da realização de diversos testes para completa eficiência da assistente virtual.

Iara reconhece as perguntas feitas pelos usuários através de padrões de palavras. A lógica de reconhecimento de padrões que a torna capaz de reconhecer alguma pergunta do usuário é a mesma que nosso cérebro usa para reconhecer objetos simples, como um livro.

Por estar em fase de testes, Iara ainda não está integralmente construída e com todas as respostas prontas. Mas a robô conta com a participação dos usuários, por meio de perguntas, para que aprenda ainda mais.

Para conversar com a Iara, é necessário ter uma conta no Facebook ou Facebook Messenger. A partir disso, o usuário pode iniciar a troca de mensagens com a assistente virtual, como faria em qualquer outra conversa.

Como nasceu Iara

Iara nasceu a partir de uma dinâmica realizada com os servidores públicos que lideraram as ações desenvolvidas pela Comunitas e o Governo do Pará – com apoio do Instituto Humanize. A iniciativa teve como objetivo de auxiliar os municípios a aprimorarem sua gestão fiscal, principalmente perante à débitos no CAUC.

Uma das ações foram os workshops “Melhoria da Situação Fiscal dos Municípios do Pará”. Após mais de 20 mil quilômetros, passando por mais de 60 cidades de todas as regiões do estado paraense, foram reduzidas 32,88% das pendências com o CAUC, mais que o dobro da porcentagem se forem analisados os 144 municípios, onde a diminuição foi de 12% nesse mesmo período.

Todos os resultados obtidos e os processos implementados com o Governo do Pará deram origem à publicação ‘Municípios em rede pelo equilíbrio fiscal: a experiência no Estado do Pará’, desenvolvida pela Comunitas.


 

Deixe um comentário:

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email