comunitas-participa-de-webinario-internacional-sobre-melhores-praticas-em-investimentos-sociais-corporativos

Comunitas participa de webinário internacional sobre melhores práticas em investimentos sociais corporativos

A diretora de Gestão e Comunicação da Comunitas, Patricia Loyola, participou ontem (16) do webinário internacional “Giving Around the Globe”, para apresentar o Benchmarking do Investimento Social Corporativo (BISC), exibindo o panorama do Investimento Social Privado (ISP) brasileiro, com resultados e tendências da região.

O seminário on-line foi realizado pelo CECP – organização internacional liderada por líderes empresariais que acreditam na estratégia social de uma empresa – com o objetivo de oferecer uma revisão aprofundada das tendências globais e o compartilhamento das melhores práticas em investimentos sociais corporativos, e contou com a participação do BISC por sua relevância no campo de análise dos investimentos sociais privados do Brasil.

Além do Brasil, os Estados Unidos, África do Sul e os Emirados Árabes Unidos também participaram do webinário, contribuindo para uma ampla troca de informações sobre as tendências em ISP em algumas das maiores empresas do mundo.

Foram abordados temas como as tendências recentes e práticas dos presidentes e diretores de empresas de todo o mundo em investimento social corporativo, constatações sobre o papel dos funcionários em relação ao voluntariado, profissionalização das áreas de sustentabilidade das corporações, além de apresentado um conjunto de recursos para entender as doações corporativas em todo o mundo.

Dados de 2016: instabilidade dos investimentos socias x instabilidade no cenário econômico

Reunindo 325 organizações, entre empresas e suas fundações e instituições, o BISC 2016 revelou que os investimentos sociais permaneceram no mesmo patamar dos anos anteriores, na margem de 2,6 bilhões, contrariando a queda esperada para o período. De modo geral, uma minoria das empresas (36%) conseguiu aumentar seus investimentos. Apesar disso, a mediana dos investimentos no lucro líquido passou de 2,18%, para 3,09%.

Outra boa notícia é que mais de 60% das empresas e institutos têm alinhado seus investimentos aos negócios. Boa parte desses recursos, 48%, é destinada às áreas de Educação e Cultura, com projetos voltados para jovens, crianças e comunidades de entorno.

Quando comparado com o padrão internacional, medido em parceria com o CECP, o país está um pouco à frente, com 0,89% dos lucros brutos investidos, contra 0,84% nos Estados Unidos.

BISC 2017: 10 anos de compromisso com os investimentos sociais corporativos

Liderado pela Comunitas, o relatório BISC (Benchmarking do Investimento Social Corporativo) é uma ferramenta criada para o acompanhamento anual dos investimentos sociais privados no Brasil, e por meio de uma parceria abrangente e inovadora com o CECP e com a Global Exchange, consegue-se comparar esses investimentos com padrões internacionais.

Em 2017, a pesquisa BISC celebra sua 10ª edição, representando uma oportunidade ímpar de realizar uma retrospectiva dos caminhos percorridos pelas empresas, no campo social, na última década. O BISC assume o comprometimento de transformar sua história em um legado para os próximos anos, e convida sua rede a olhar para trás para ajudar a pensar o futuro. Participe conosco do evento de lançamento!

 

Clique aqui e confira todas as edições do relatório. Para conhecer mais, entre em contato conosco.

 

Deixe um comentário:

Deixe um comentário

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email