comunitas-debate-tendencias-e-desafios-do-investimento-social-corporativo-no-congresso-gife

Comunitas debate tendências e desafios do investimento social corporativo no Congresso GIFE

Para promover e fortalecer o debate sobre as tendências e desafios do investimento social corporativo em diferentes vertentes, importantes membros da Comunitas foram convidados para participar de diversas mesas de discussão do Congresso GIFE, que começou ontem (04) e vai até sexta-feira (06).

Leia mais: 5 dúvidas sobre investimento social corporativo

Agente público como centro do investimento social corporativo

Realizado hoje (05), o painel que contou com a presença da diretora-presidente da Comunitas, Regina Esteves, debateu tendências e desafios para tornar o investimento social corporativo mais forte, diverso e efetivo. Segundo Regina, o agente público estará no centro do investimento social corporativo, porém pondera: “A relação entre privado e público está num momento de grande mudança, e não basta ter boas intenções, é necessário mais transparência e organização nesse relacionamento”.

Além disso, ela considera que a construção de políticas públicas de médio e longo prazo é um eixo fundamental para pensar em maior impacto dos investimentos sociais privados, alterando a estrutura da máquina pública que visa somente resultados imediatos.

Visão de longo prazo significa, também, a construção de políticas públicas onde a sociedade exerça um papel participativo, pois governos passam, mas a sociedade permanece

Regina Esteves

Completando a mesa estavam Paula Jancso Fabiani, do Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS), Benjamin Bellegy, do Worldwide Initiatives for Grantmaker Support (WINGS), Graciela Hopstein, da Rede de Fundos Independentes para a Justiça Social, com a mediação de Erika Saez, do GIFE.

 

Confira a participação completa da diretora-presidente da Comunitas:

Leia mais: Quiz | O que você sabe sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável?

 

Investimento social privado na gestão pública

Já na abertura do congresso, realizada ontem (04), o papo cercou as possibilidades de investir socialmente no campo da gestão pública – área de atuação do Programa Juntos. Para Patrícia Loyola, diretora de Gestão e Comunicação da Comunitas, a participação da iniciativa privada, em conjunto com o engajamento do cidadão, é essencial para a construção de uma administração pública transparente e aberta ao diálogo, capaz de responder às demandas por políticas sociais com eficiência, qualidade e responsabilidade fiscal.

Quando a gente consegue trabalhar com projetos de Estado e não de governo, engajando também a sociedade civil, conseguimos trazer resultados mais consistentes

Patricia Loyola

Também participaram da mesa representantes do Instituto Humanize, Fundação Lemann, Vetor Brasil, Fundação Brava e Fundação Getulio Vargas.

Segurança pública no foco dos investimentos

No mesmo dia, o compromisso social corporativo na área de segurança pública entrou em foco, e contou com a participação de Washington Bonfim, especialista em Planejamento e Gestão Pública da Comunitas. Para ele, temas como a segurança podem assustar a gestão municipal por ser considerado um desafio imenso, porém é necessário que as cidades entendam que a segurança pública vai além de policiamento e repressão, ficando a cargo das administrações municipais o enfoque na prevenção – com investimento em áreas como a educação, saúde e juventude.

Ideal semelhante aos Pactos pela Paz, em desenvolvimento nas cidades de Pelotas (RS), Paraty (RJ) e Niterói (RJ), com apoio do Programa Juntos. A intenção dos projetos é mobilizar amplamente todos os atores da sociedade – população, órgãos públicos, entidades de classes, líderes religiosos, setor privado e academia, a assumir o seu papel na luta contra a violência na cidade.

Leia mais: Bate-Bola | Fernando Veloso, especialista em segurança pública, aborda as cidades e os desafios na prevenção da violência

Também participaram da mesa representantes do Instituto Betty & Jacob Lafer, Instituto Sou da Paz e Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Deixe um comentário:

Compartilhe esse conteúdo!:

Deixe um comentário

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email