com-apoio-da-comunitas-prefeitura-de-juiz-de-fora-fara-consultas-a-populacao-atraves-de-aplicativo

Com apoio da Comunitas, Prefeitura de Juiz de Fora fará consultas à população através de aplicativo

O Colab foi adotado pela prefeitura mineira desde dezembro de 2015, através da parceria com a Comunitas.

Juiz de Fora é a primeira cidade de Minas Gerais e uma das únicas do país a utilizar o aplicativo Colab para fazer consultas à população. A parceria foi anunciada na tarde desta terça-feira, 16, pelo prefeito Antônio Almas, e será executada já nos próximos meses no município, incluindo ainda a implantação de um canal de comunicação direta com o cidadão e a ampliação de sua fiscalização de demandas de infraestrutura urbana.

A plataforma, que funciona há mais de três anos em Juiz de Fora, conta agora com novas ferramentas para ampliar a participação, consultando os usuários do aplicativo por meio de enquetes e interface responsiva. Entre as novidades estão, a aplicação de:

Enquetes e Consultas públicas – que permitirão participação popular, com resposta a questionários de interesse comunitário;

Comunique – uma forma de enviar comunicados diretos da Prefeitura para o celular do usuário.

Interface interna – fazendo com que um agente público aja como monitor, possibilitando o encaminhamento da demanda da população até o técnico responsável, permitindo maior interação entre os públicos envolvidos até formatação da resposta ao usuário;

Relatórios – que proporcionarão o acompanhamento direto da equipe do Colab garantindo a produção de relatórios mais robustos sobre o status das demandas, forma de atendimento e taxa de resolução.

Gamificação do aplicativo – possibilitando a criação de missões específicas que propiciarão maior participação do usuário em ações de conscientização sobre vários assuntos

O aplicativo Colab, eleito pela ONU um dos melhores apps do mundo que colaboram no contexto social, foi adotado pela Prefeitura desde dezembro de 2015, através de convênio com a Comunitas, organização da sociedade civil que apoia soluções inteligentes para a melhoria de vida nas cidades. A Prefeitura de Juiz de Fora foi a primeira do estado a aderir à plataforma, que se propunha a fornecer uma ferramenta de envio de demandas do cotidiano urbano diretamente à administração municipal.

“O objetivo maior é ouvir a sociedade”. Com esta afirmação, o prefeito Antônio Almas deixou clara a importância do engajamento do cidadão com o Executivo, a partir da ampliação de utilização do aplicativo: “Além de receber a demanda de uma obra ou de um tapa-buraco, vamos poder nos comunicar diretamente com a comunidade, fazendo consultas sobre o que ela deseja, para que possamos, por exemplo, organizar nosso orçamento de 2020 e o Carnaval 2019”.

De acordo com o secretário de Comunicação da PJF, Michael Guedes, nesses três anos, a cidade tinha disponibilidade, através de parceria com o Comunitas, de usar a plataforma, com três funções: fiscalizar e resolver a partir das demandas, avaliar locais e serviços e propor projetos: “A partir de agora, vamos usar o pacote completo do aplicativo, mais avançado, com mais posicionamento do cidadão e sem custos para a Prefeitura. Vamos poder aprimorar a fiscalização, tendo mais eficiência nas tomadas de decisão de políticas públicas, além de gerar relatórios mais rápidos e inteligentes”.

Referência

O diretor de Operações do Colab, Gustavo Carvalho, destacou o ineditismo da PJF, considerado case de sucesso para várias gestões públicas do Brasil. “A maneira como a Prefeitura de Juiz de Fora insere o cidadão na governança das demandas e atribui a ele não só direitos, mas também deveres, faz dela referência, e levamos essa experiência para diversas outras cidades que têm ou quer implantar o projeto”. Na cidade, nesses três anos, mais de 95% das ações do Colab foram fiscalizações. São 3.140 seguidores, responsáveis por 5.173 publicações.

O Colab

O Colab foi considerado o melhor aplicativo urbano do mundo em 2013 pela News Cities Foundation, e ficou entre os cinco melhores aplicativos de participação e Governo do mundo, pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2015. No mesmo ano foram apontados como negócio com maior impacto social do mundo e a plataforma com maior potencial global, pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

 

 

Com informações da Prefeitura de Juiz de Fora.

Deixe um comentário:

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email