com-apoio-da-comunitas-paraty-reinaugura-cinema-no-centro-historico-apos-45-anos

Com apoio da Comunitas, Paraty reinaugura cinema no centro histórico após 45 anos

Após 45 anos, Paraty (RJ) volta a ter um cinema: com apoio da Comunitas, o Cinema da Praça foi aberto hoje (19) na cidade. O espaço devolve aos paratienses seu cinema, inteiramente restaurado e reformado, com equipamento de cinema digital de alta qualidade.

O imóvel possui um projeto contemporâneo, mantendo muito de sua configuração arquitetônica original – só comparável, no Centro Histórico, em suas dimensões, às principais igrejas da cidade. O casarão passou pela primeira reforma em 1930, quando foi transformado em sobrado para abrigar o Cine São Jorge. O lugar era mais conhecido como o “cinema do seu Pedro”, funcionando de forma mais ou menos atribulada, até meados dos anos 1970.

Leia mais: Comunitas reúne ministro, secretários municipais, dirigentes e especialistas para debater Cultura

Fechado ou tendo outras destinações durante as décadas seguintes, foi adquirido pela Prefeitura de Paraty, que em 2015 iniciou o processo de revitalização. Com o projeto de reforma e adequação do espaço assinado pelo arquiteto Marinho Velloso, e recursos captados junto a Petrobras, as obras iniciaram em junho de 2016. Conciliar as múltiplas demandas de uso do espaço com a preservação das características do bem tombado, segundo o arquiteto, foi o grande desafio do projeto. “O sobrado carrega uma atmosfera de liberdade e potencial de uso, por sua integração espacial e múltiplas camadas de história nas paredes de tijolos aparentes. Manter essas características, pertinentes a um equipamento público de cultura em uma cidade como Paraty, foi o que balizou todo o projeto”, diz Velloso.

Leia mais: Como Paraty pretende manter título da UNESCO com apoio da Comunitas

Concluídas as primeiras fases da restauração, no segundo semestre de 2017, a obra seguiu para a conclusão, cumprindo as etapas do paisagismo, compra de mobiliário e equipamentos – com recursos captados junto ao BNDES, para a fase final. O Cinema da Praça reestreia, assim, como um espaço cultural público, com uma sala de projeção de 80 lugares, com mobiliário que permite múltiplos usos. O espaço vai acolher – além de uma programação de qualidade, contemplando a diversidade do cinema e seus públicos – uma sala para leitura e pesquisa com acervo bibliográfico e multimídia, e uma sala multiuso destinada à formação em todos os aspectos do cinema e audiovisual, tendo como prioridade os jovens.

Leia mais: Dúvidas sobre políticas públicas de cultura

A programação do novo cinema prevê, em seu funcionamento regular, sessões escola durante o dia e sessões abertas ao público em geral, para crianças, jovens e adultos. Com a maior diversidade possível, a programação vai contemplar uma ampla gama de gêneros, incluindo produções recentes, sem esquecer dos clássicos, com atenção a filmes brasileiros, mas acolhendo os diferentes cinemas do mundo.

“O Cinema da Praça é um projeto feito por muitas mãos, muitas cabeças, muitos sonhos”, diz Cristina Maseda, Secretária de Cultura de Paraty. Ela ressalta que se trata de um espaço singular e significativo, por estar situado no coração da Praça da Matriz, ponto de encontro dos jovens da cidade. “Vai ser um cinema não apenas de portas para dentro, mas de portas abertas para o mundo. Um lugar de convivência, de troca de ideias, onde muitos projetos e sonhos poderão ser realizados”, diz ela.

Leia mais: Quiz | O que você entende de políticas públicas de Cultura?

O Cinema da Praça é uma iniciativa da Prefeitura de Paraty, por meio da Secretaria de Cultura, em parceria com a Associação Paraty Cultural, com patrocínio da Petrobras, do Ministério da Cultura e da Lei Federal de Incentivo à Cultura, do Governo Federal; do Governo do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Cultura e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, apoio do BNDES e da Comunitas.

“A Comunitas acredita na cultura como um motor de transformação social, sendo necessário inseri-la na agenda dos gestores públicos brasileiros. E o cinema funciona como uma forma de oferecer formação para a juventude da cidade, e, também, conectar os cidadãos com sua herança cultural”, disse a diretora-presidente da Comunitas, Regina Esteves.

 

Postado originalmente em Cinema da Praça Paraty.

Comente:

Compartilhe esse conteúdo!:

Deixe um comentário

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email