bisc-participa-de-encontro-sobre-investimento-social-promovido-pela-firjan

BISC participa de encontro sobre investimento social promovido pela FIRJAN

No último dia 13, a coordenadora do BISC, Anna Peliano, participou do I Encontro com o Investimento Social, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), que compõe uma série de eventos que tem como objetivo construir uma rede de investidores sociais comprometidos com o desenvolvimento do estado do Rio.

A iniciativa também busca estruturar, potencializar e aprimorar o caráter estratégico do Investimento Social Privado e oferecer soluções em responsabilidade social às empresas associadas.

De acordo com o relatório do BISC, mesmo com o impacto da recessão, que ocasionou uma queda de 19% no volume de recursos investidos em 2016, a última década registrou uma tendência positiva de crescimento do investimento social privado. A média anual dos valores investidos pelo grupo BISC, entre 2007 e 2011, foi de R$ 2,3 bilhões. “Nos últimos cinco anos, essa média subiu para R$ 2,8 bilhões por ano”, informou Anna.

Foto: Vinicius Magalhães/FIRJAN

Segundo ela, as empresas estão cada vez mais optando por voltar esses investimentos para a região onde estão instaladas: “Isso ajuda a aproximar o setor privado com a comunidade local, entendendo melhor quais os gargalos e oportunidades de investimento. As empresas, hoje, compreendem que é preciso contribuir com o desenvolvimento regional”.

Leia mais: Com 20 bilhões de reais em 10 anos, investimento do setor privado em programas sociais está consolidado

Engajamento

Nesse sentido, Guilherme Mercês, economista-chefe da FIRJAN, aponta que haverá mais oportunidades para as empresas investirem em projetos sociais e em parcerias públicas privadas nos próximos anos. Segundo ele, os elevados gastos do governo com pessoal impactam o orçamento direcionado a investimentos, consequentemente, há redução de investimentos sociais, criando uma lacuna de atuação.

Foto: Vinicius Magalhães/FIRJAN

“As empresas podem atuar em problemas sociais que o governo não está conseguindo alcançar pela falta de verba. A sociedade precisa desse engajamento das companhias”, pondera Mercês.

Com informações do Sistema FIRJAN.

 

Tem interesse em conhecer a pesquisa BISC? Entre em contato conosco.

Deixe um comentário:

Compartilhe esse conteúdo!:

Deixe um comentário

Facebook
Twitter
LinkedIn
YouTube
Instagram
Siga-nos por email